Por pbagora.com.br

Veneziano diz que Censo vai evidenciar avanços em favor de Campina Grande

O prefeito de Campina Grande recebeu na manhã desta segunda-feira, 02, uma equipe do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em seu gabinete, no Palácio do Bispo. O encontro serviu para o lançamento oficial do Censo 2010. De acordo com a direção local do IBGE, o inicio do censo a partir do próprio prefeito serve como estímulo para que os demais cidadãos dos municípios compreendam a importância da iniciativa e ajudam na realização do censo.

Estiveram presentes pelo IBGE o chefe da Agência de Campina Grande, Rafael Marconi dos Santos; o coordenador do censo na área campinense, João Coelho de Lemos; além das supervisoras Sara Sousa e Júlia Rocha Franca de Araújo. “Não poderíamos deixar de dar o ponta-pé inicial no censo deste ano sem ouvir, inicialmente, o prefeito Veneziano Vital, homem que reconhece a importância deste tipo de ação informativa em favor do desenvolvimento”, afirmou João Coelho.

Veneziano Vital disse esperar que esse novo levantamento mostre ao Estado os reflexos dos investimentos da atual gestão notadamente na qualidade de vida de milhares de campinenses, com investimentos em saneamento, pavimentação de ruas, reforma de escolas, de unidades de saúde, entre outros aspectos.

“Este tipo de ação é fundamental para o desenvolvimento local. Verificaremos as reais condições do município e da sua população. Com certeza, o censo vai evidenciar quais foram os avanços administrativos dos últimos cinco anos e que melhoraram as condições de vida de todos os campinenses. Ele também servirá como bússola administrativa para os futuros projetos e ações em favor do progresso local”, disse.

Atuarão no município cerca de 350 recenseadores, sendo que os questionários abordarão temas como acesso a iluminação, abastecimento de água, saneamento, escolaridade dos moradores do domicílio, idade, trabalho e rendimento, enfim, itens fundamentais para identificar quantos e quem somos e como vivemos.

Quando o morador responder o recenseador de forma presencial, vai ver que ele anotará seus dados em um dos 220 mil aparelhos PDA (coletor eletrônico de dados) que serão utilizados no Censo 2010. As informações fornecidas são cifradas, para garantir a segurança e confidencialidade dos dados.

Após realizar as entrevistas nos domicílios, cada recenseador leva o PDA até um dos 7.000 postos de coleta do país, para transmitir os dados – essa operação deve ocorrer pelo menos uma vez por semana. Chegando ao posto, conecta seu aparelho num notebook instalado no local, por meio de um cabo USB, e transmite as informações.
 

 

Ascom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: brio abalado da oposição impõe alerta à aliança vitoriosa formada entre João, os Ribeiro e Cícero

Um novo tempo chegou. Os governos estadual e da Capital são outros. Restou às velhas oposições na Paraíba lideradas de um lado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do outro…

Ruy: “Imunizar a população deve ser a prioridade para garantir retomada econômica”

O deputado federal Ruy Carneiro participou da sessão deliberativa que aprovou, nesta quarta-feira (2), a MP 994/20, que destina R$ 1,99 bilhão para o Ministério da Saúde, para a compra…