Sem medo de represália.  Em entrevista a Rádio Panorãmica FM, o deputado federal Veneziano Vital do Rego (PMDB) reafirmou a sua opinião a respeito do quadro político atual em relação a mais uma denúncia do presidente Michel Temer.

Mesmo sendo integrante da base do governo, Veneziano ressaltou que ainda não teve acesso ao novo processo envolvendo o presidente Temer, e por isso somente emitirá juízo de valor após analisar a denúncia.

No entanto deixou claro que poderá repetir a votação da primeira denúncia, que votou a favor da autorização da investigação no STF contra o presidente.

– Se eu entender o presidente Temer preciso dar explicação ao STF, poderei votar do mesmo jeito que fiz na primeira denúncia. – disse ele.

Sobre as punições aplicadas pelo PMDB por conta da ultima posição dele, Veneziano disse achar que o partido errou e foi muito autoritário.

 

falou nesta sexta-feira (22) explicou os motivos de não ter comparecido ao evento de aniversário do senador José Maranhão. Segundo ele, no mesmo dia e horário havia agendado um compromisso em família.

Veneziano também fez novas críticas à direção estadual do PMDB da Paraíba e reclamou da falta de diálogo dentro da legenda.

– Eu não tenho muito como falar, o que se passa no PMDB não é dividido comigo e não tem sido estabelecida uma relação que nos permita conhecer o que a direção do PMDB esteja a fazer em termos de conversações – explicou Veneziano.

O deputado apontou a falta de entrosamento entre os membros do partido foi a causa das ultimas derrotas sofridas pelo partido.

– O PMDB não mais participa aos seus, daquilo que pensa, são decisões quase que individualizadas, de poucas pessoas – explicou ele.

O parlamentar ressaltou que só vai tomar uma decisão sobre deixar o PMDB em 2018, mas avisou que se ficar no partido vai manter a coerência partidária e votar no senador José Maranhão, caso ele dispute o Governo do Estado.

– Ficando no PMDB e o PMDB tendo candidato, voto nele. Caso contrário, obviamente e por razões conhecidas, ainda não encontrei motivos para distanciamento do governador Ricardo – disse.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Frente Parlamentar de Defesa dos Direitos das Pessoas com Doenças Raras será instalada na CMCG

A Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), aprovou a realização de uma audiência pública de autoria do vereador Olimpio Oliveira, para o próximo dia 25.09 a partir das 10h, no…

Opinião: Ricardo Coutinho não se aproximará de Cartaxo, pois o antagonismo de ideias sepulta relações políticas

E permanece assim: “Que nenhum homem bom deve mentir”. Dessa forma, o filósofo católico Santo Agostinho, em sua obra intitulada “Sobre a Mentira”, asseverou com a mais pura razão o…