"São cem dias sem absolutamente nada". Foi desta forma que o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) avaliou os três primeiros meses da gestão do presidente da República, Jair Bolsonaro. Para a Vené, os desafios e obstáculos encontrados até agora pela administração do presidente foram criados pelo próprio governo e não por forças de oposição.

O senador observa que a Presidência da República tem cometidos equívocos e adotado decisões que ora condena, ora se coloca a favor. "Estamos nas vésperas dos cem dias e não temos ministro da Educação. São cem dias de absolutamente nada", pontuou.

Veneziano disse que o Brasil assiste um governo que não estava preparado e não lançou-se com o propósito de vencer a eleição. Segundo ele, a vitória de Jair Bolsonaro no processo eleitoral de 2018 se deu pelo cansaço da população brasileira. "A população se apegou com aquilo que estava mais próximo de se acreditar que a mudança chegaria. Uma campanha aonde os debates foram limitados apenas à corrupção", lembrou.

 

PB Agora

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro precisa fazer eletrocardiograma todo dia por uso da cloroquina

Apesar de garantir que está “perfeitamente bem” no tratamento contra a covid-19, por tomar doses de hidroxicloroquina, o presidente Jair Bolsonaro precisa de avaliações cardiológicas devido ao uso do medicamento.…

Ludgério trata Bruno como ‘quadro valoroso do PSD’, mas reforça que segue no páreo

Reconhecimento a quadros valorosos do nosso partido. A declaração é do deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) que tratou o respaldo do presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab, ao nome do…