O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, acolheu recurso especial apresentado pela vereadora cassada de Alcantil, Tatiane Mirella Almeida Rodrigues. Com a decisão monocrática, a deliberação da Corte Eleitoral que por unanimidade de votos, deu provimento ao recurso eleitoral para reconhecer a nulidade dos votos e cassar o seu diploma, deverá ser revista no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Conforme o acórdão contestado, a vereadora teve o diploma cassado por ser filha do prefeito reeleito, Milton Rodrigues, que não se afastou do cargo seis meses antes do pleito, o que é considerado causa de inelegibilidade prevista na Constituição Federal.

Com a decisão da Corte Eleitoral, houve a recontagem dos votos e aplicação de novo quociente eleitoral. Tatiane Mirella Almeida Rodrigues requer, agora, que o acórdão seja reformado no TSE, de modo a que seja reconsiderada a validade dos votos obtidos por ela, cuja votação não foi considerada para o cômputo do quociente eleitoral partidário, e que esses votos sejam computados em favor da sua legenda, PMDB.

Analisando apenas a admissibilidade do processo, sem entrar no mérito da questão, o presidente entendeu que a recorrente conseguiu demonstrar similitude fática através da análise devidamente cotejada, em face de outros entendimentos sobre a matéria exarados por outros regionais, desse modo restou evidenciada a divergência para os fins pretendidos.

“Com efeito, a interpretação dada pelo TRE-PB embora se coadune com um precedente já firmado por este pretório, inclusive dando ao novo dispositivo (art.16-A) aplicabilidade pragmática, todavia a questão está submetida ao crivo do Supremo Tribunal Federal (STF) através da ADI 4.542/DF, ainda pendente de apreciação”, relatou.

 

Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: João Azevêdo mostra capacidade política e pede que membros do PSB “se desarmem”

O mito criado sobre a figura do governador João Azevêdo (PSB), que o jogava como grande técnico administrativo, não possuindo, no entanto, características necessárias para caminhar nas alamedas tortuosas da…

Helena vai entrar com ação contra idosas que querem proibir deficientes na praia

Visando garantia o direito de ir e vir de todos os brasileiros, a vereadora de João Pessoa, Helena Holanda, vai entrar com uma ação no Ministério Público Estadual (MPPB) contra…