Começaram a sair os resultados das eleições extras convocadas em sete municípios, de quatro estados brasileiros, neste domingo (1º).

 

Cerca de 76,5 mil eleitores estavam aptos a voltar às urnas para escolher prefeito e vice-prefeito para o período entre 2009 e 2012.

 

As sete cidades passaram por novas eleições porque, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesses locais os registros de candidatura dos eleitos em outubro do ano passado foram negados em definitivo.

Rio Grande do Norte

A cidade de Patu, no Rio Grande do Norte, foi a primeira a totalizar os votos, às 17h36. Segundo o TRE do estado, a candidata Evilásia Gildênia de Oliveira, da coligação Justiça e Paz (PSB-PV-PT-DEM e PR), teve 52,14% dos votos válidos (3.526).

 

Evilásia é esposa de Ednardo Moura, que teve o registro cassado pelo TSE depois de vencer a eleição de 5 de outubro. O segundo colocado na eleição foi Alexandrino Suassuna Barreto Filho (PMDB), que recebeu 3.236 votos, ou 47,86% dos válidos.

 

Maranhão

Quatro cidades maranhenses – Amarante do Maranhão, Bacabeira, Centro Novo do Maranhão e Vila Nova dos Martírios – foram às urnas neste domingo.

 

Bacabeira foi a primeira a divulgar o resultado. O candidato José Venâncio Corrêa Filho (DEM) foi eleito com 6.533 votos (ou 83,91% dos válidos). A candidata Olga Maria Pereira Calvet (PV) teve 1.253 votos, ou 16,09% dos válidos. O resultado saiu às 18h.

 

Em Vila Nova dos Martírios, Wellington de Sousa Pinto (PR) foi declarado vencedor da eleição pelo TRE do estado com 2.415 votos, ou 50,12% dos válidos. Ele teve 12 votos de vantagem sobre Edival Batista da Cruz (PSDB), que recebeu 2.403 votos, ou 49,88% dos válidos. O resultado saiu às 19h43.

 

Roraima

A totalização dos votos Amajari (RR) será feita em Boa Vista, segundo a assessoria de imprensa do TRE-RR. O resultado deve ser conhecido na noite deste domingo.

 

Santa Catarina

Em Braço do Norte (SC), Evanisio Uliano (PP) foi eleito com 9.178 votos, ou 51,71% dos válidos, contra 8.572 votos, ou 48,29% dos válidos, de sua adversária, Zalene Niehues Matos (PMDB).

 

Regras

Nas sete cidades, os eleitos em outubro registraram mais de 50% dos votos válidos. No entendimento do TSE, nas cidades com menos de 200 mil habitantes, faz-se necessário a realização de uma nova eleição quando o candidato vencedor tem o registro cassado.

Para votar, o eleitor deve levar título eleitoral ou documento de identificação com foto.

Outras cidades

Segundo o TSE, desde outubro, dez cidades realizaram novas eleições referentes ao pleito de 2008. Além disso, outros 14 municípios terão novas eleições até o começo de abril, entre eles a cidade de Londrina (PR), no dia 29 de março, e Santarém (PA), em 4 de abril.

 

g1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Não aceito essa intervenção no PSB”, dispara João Azevêdo

“Não aceito essa intervenção. Não aceito o presidente dissolver o diretório e depois ligar para mim para uma conversa”. A declaração foi dada nesta segunda-feira (19) pelo governador João Azevêdo…

“Quando chegar a hora de dizer com quem vou ficar, eu vou dizer”, avisa Hervázio

Deputado estadual licenciando e atual secretário de Esportes do Governo da Paraíba, o socialista Hervázio Bezerra (PSB) lamentou, durante entrevista na tarde desta segunda-feira (19), o clima de crise que…