O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou hoje liminar em pedido de mandado de segurança e manteve a cassação do prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão (PMDB). A juíza responsável pela 131º Zona Eleitoral da cidade mineira, Maria Aparecida de Oliveira Andrade Grossi, acatou na noite de sexta-feira denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE) e determinou a cassação de Quintão por abuso de poder econômico nas eleições municipais e rejeição de contas de campanha.

O peemedebista concorreu no ano passado à reeleição, mas terminou em segundo lugar, atrás de Chico Ferramenta (PT), cujo registro da candidatura foi cassado às vésperas de sua posse. Com a decisão, Quintão assumiu, mas também acabou cassado. A juíza determinou ainda que o presidente da Câmara Municipal, Robson Gomes (PPS), assuma o cargo até que o TRE agende novas eleições.


Agência Estado

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Adesão de Ludgério ao Governo João é inverdade, garante Ivonete

A presidente da Câmara de Municipal de Campina Grande, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), afirmou que alguns pré-candidatos da base aliada têm espalhado o que ela chama de “mentiras” contra o…

Tucano quer garantir apoio para disputar PMCG no lugar de Tovar

A base política do prefeito Romero Rodrigues (PSD), deve mesmo marchar dividida na s eleições deste ano e ter mais de uma candidatura. O vereador licenciado e atual presidente da…