O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou hoje liminar em pedido de mandado de segurança e manteve a cassação do prefeito de Ipatinga, Sebastião Quintão (PMDB). A juíza responsável pela 131º Zona Eleitoral da cidade mineira, Maria Aparecida de Oliveira Andrade Grossi, acatou na noite de sexta-feira denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE) e determinou a cassação de Quintão por abuso de poder econômico nas eleições municipais e rejeição de contas de campanha.

O peemedebista concorreu no ano passado à reeleição, mas terminou em segundo lugar, atrás de Chico Ferramenta (PT), cujo registro da candidatura foi cassado às vésperas de sua posse. Com a decisão, Quintão assumiu, mas também acabou cassado. A juíza determinou ainda que o presidente da Câmara Municipal, Robson Gomes (PPS), assuma o cargo até que o TRE agende novas eleições.


Agência Estado

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado explica motivos de críticas e nega afastamento político do prefeito Romero Rodrigues

Após formular críticas a gestão municipal por meio das redes sociais, o deputado federal Julian Lemos (PSL) afirmou que continua apoiando a administração do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues…

Cássio garante que continuará colaborando com a PB e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…