Por pbagora.com.br

O Tribunal de Contas do Estado aprovou, nesta quarta-feira (18), a prestação das contas de 2007 do Gabinete Militar do Governo do Estado, com ressalvas atinentes à compra não licitada de fardamentos e à aquisição de combustível para avião a empresa não habilitada pela Agência Nacional de Petróleo.

O relator Umberto Porto, cujo voto teve o acompanhamento unânime da Corte, decidiu-se pela aplicação da multa de R$ 2.805,10 ao coronel Hilton Guimarães, responsável pelo processo. Ele, se assim desejar, pode recorrer do julgamento.

Também foram aprovadas as contas de 2005 dos ex-gestores da Secretaria de Educação e Cultura, Neroaldo Pontes e Maria América Assis de Castro, com multa de R$ 2.805,10 e ressalvas referentes à não regularização de cargos comissionados. Cabe recurso contra essa decisão.
O prefeito de Juripiranga Antonio Maroja Guedes Filho obteve, em grau de recurso, a aprovação das contas de 2006, anteriormente desaprovadas pelo TCE. Desta vez, ele conseguiu comprovar falhas que incluíam o não recolhimento de contribuições previdenciárias.

O Tribunal ainda aprovou as contas de 2007 do prefeito de Prata (Marcel Nunes de Farias) e dos ex-prefeitos de Várzea (Waldemar Marinho Filho, 2007), Aguiar (Francisco Aureni de Lacerda, 2007) e Mogeiro (Margarida Maria Silveira Gomes, contas de 2006, neste último caso).

A Corte manteve, por maioria de votos, parecer contrário à aprovação das contas de 2005 do ex-prefeito de Mamanguape Fábio Fernandes Fonseca, ao julgar recurso de reconsideração com que ele pretendia modificar decisão anterior da Corte proferida em 14 de maio passado.

Contudo, o ex-prefeito conseguiu sanar problemas antes relacionados a aplicações insuficientes em saúde e ao recolhimento de contribuições previdenciárias. Persistiram, como falha, subsídios por ele recebidos em duplicidade, razão pela qual o TCE imputou-lhe o débito de R$ 12 mil.

Posteriormente, a Corregedoria do TCE averiguará documentação entregue pelo advogado Johnson Abrantes, para quem o ex-prefeito já fez a devolução desse dinheiro. Votaram pela aprovação das contas de Fábio Fonseca os conselheiros Fernando Catão e Fábio Nogueira. Foi relator do processo o conselheiro substituto Umberto Porto.
 

PB Agora

 

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Estado efetua pagamento da 1ª parcela do 13º dos servidores da ativa

Governo paga primeira parcela do 13º salário dos servidores da ativa nesta sexta-feira O Governo do Estado está realizando, nesta sexta-feira (14), o pagamento da primeira parcela do décimo terceiro…

Oficial: Bruno Cunha Lima é ungido candidato à PMCG

Após muita expectativa, e meses de indefinição, o prefeito Romero Rodrigues (PSD) anunciou nesta sexta-feira (14) o ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima também do PSD, como candidato a Prefeitura Municipal…