A posição do Partido Socialista Brasileiro (PSB), nas eleições municipais de Campina Grande, é uma incógnita. O partido que fez oposição a gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSD), dificilmente terá candidatura própria, e seus vereadores não foram chamados para participar da primeira reunião do “Fórum Pró-Campina” formado por partidos de oposição.

Integrante da bancada da legenda na Câmara Municipal, Bruno Faustino lamentou a “exclusão”. Bruno Faustino afirmou que não foi convidado pelos dirigentes do Fórum, mas frisou que o convite deveria ter sido estendido a todos os parlamentares que são oposição ao prefeito Romero Rodrigues.

– Eu não fui convidado e eu não sei qual o motivo. Os dirigentes desse Fórum optaram por não me convidar, mas nós sabemos que existem estratégias na política. Eu acho que deveria ter sido feito um convite não só a mim, mas a outros componentes da Câmara, para que nós pudéssemos discutir sobre a cidade – afirmou.

Faustino também comentou sobre a pré-candidatura de Ana Cláudia Vital do Rêgo (PODEMOS) à PMCG e sinalizou um possível apoio.
– Nós já conversamos e vejo ela como uma boa candidata. Tem qualidades, pois é formada em direito e já ocupou cargos no Poder Executivo. Ela tem uma chance grande da gente caminhar bem, se o Fórum decidiu me excluir tudo bem. Eu torço por uma única candidatura contra o prefeito Romero – declarou.

Fábio Maia – O ex-secretário estadual Fábio Maia (PSB), disse que os partidos de “esquerda” precisam marchar unidos nas eleições deste ano na Rainha da Borborema.

De acordo com o ex-secretário do governo Ricardo Coutinho, a ocasião é de extrema importância para as articulações e apresentação de projetos para a população campinense.
– É a primeira vez que a gente se senta para construir uma proposta para Campina Grande para as eleições que se aproximam – disse.

Entretanto, ele observou que alguns partidos não foram convidados para o encontro, em especial o Podemos, que tem como nome principal a pré-candidata à PMCG, Ana Cláudia Vital do Rêgo, e o Cidadania, atual partido do governador João Azevêdo.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: A pandemia é uma questão de saúde pública. Mas é difícil não politizar o assunto. Afinal…

Um dos aspectos mais negativos da pandemia que se abate sobre o mundo, com a proliferação do novo coronavirus é a conotação político-partidária que se dá à discussão sobre tão…

Opinião: radicais petistas e bolsonaristas repetem a história de conflitos armados para legitimar seus discursos

A tarde findou, e com ela a incerteza do que poderia escrever nesta coluna. Assuntos mil; todos relativos à pandemia causada pelo novo coronavírus estavam (e estão) ao meu dispor.…