Por pbagora.com.br

O candidato à Presidência da República, José Serra (PSDB), prometeu implementar um programa de distribuição de três livros anuais a todos os alunos da rede pública de ensino do país, a partir da quarta série. O programa é semelhante ao implementado no estado de São Paulo em sua gestão no governo do estado.

“Eu tenho um programa que é distribuir três livros para cada aluno a partir da quarta série. Gradualmente serão 100 milhões de livros anuais”, disse o candidato ao visitar a Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Segundo Serra, também professores da rede pública, a exemplo do que já ocorre em São Paulo, seriam beneficiados pela iniciativa que de acordo com ele não só estimularia a leitura como beneficiaria a indústria editorial. “O livro incentiva a cultura, o raciocínio e ajuda muito a melhorar a educação brasileira. O que é um dos nossos grandes objetivos”.

Serra ainda criticou a política industrial do atual governo. Ele citou o exemplo do setor editorial. “O Brasil exporta celulose e importa papel devido a uma política macroeconômica dispersiva”.

O candidato disse que comprou três livros de Drauzio Varela, durante a sua caminhada de cerca de duas horas pela bienal.
 

Correio Braziliense

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidência da Câmara divide a base governista em CG

Os 23 vereadores eleitos para a próxima legislatura em Campina Grande, incluindo sete mulheres, já tem uma disputa pela frente. A eleição para Presidência da Câmara Municipal da cidade, marcada…

Gestão de João Azevêdo tem 47% de aprovação em JP; Bolsonaro tem 42%

Em pesquisa do RedeMais/Instituto Opinião em João Pessoa, o governador da Paraíba, João Azevêdo, tem a gestão aprovada por 47,4% dos pessoenses. Já a aprovação do presidente da República, Jair…