Se a eleição para presidente fosse hoje, o atual governador de São Paulo, José Serra (PSDB) seria o favorito, mostra pesquisa realizada pelo Datafolha. O tucano obtém percentuais de intenção de voto que variam entre 35% e 47%. O favoritismo de Serra já era registrado pelo Datafolha em pesquisas realizadas em março e em novembro do ano passado.

Em comparação com o levantamento de novembro, apenas a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), oscilou acima da margem de erro, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Datafolha ouviu 11.204 pessoas com 16 anos ou mais, entre os dias 16 e 19 de março de 2009.

Foram apresentados cinco cenários aos entrevistados. No primeiro cenário apresentado, Serra atinge 41% de intenções de voto, percentual idêntico ao que obtinha em novembro. A taxa dos que votariam em Ciro Gomes (PSB) oscilou de 15% para 16%. Heloísa Helena (PSOL) caiu de 14% para 11%, enquanto Dilma Rousseff subiu de 8% para 11% das preferências. Votariam em branco ou anulariam o voto 13% (eram 12%) e declaram-se indecisos 8% (eram 9%).

José Serra obtém seu melhor desempenho no cenário em que o nome de Ciro Gomes não é incluído, chegando a 47% das intenções de voto, mesmo percentual que obtinha no levantamento anterior. Nesse cenário, Heloísa Helena oscilou de 17% para 15% e Dilma Rousseff subiu de 10% para 13% das preferências.

Já o pior desempenho de Serra é no cenário em que disputa com Ciro Gomes e com seu companheiro de partido, Aécio Neves. Quando se considera essa hipótese, o governador paulista atinge 35% das intenções de voto – obtinha 36% em novembro. Disputam o segundo lugar Ciro Gomes, que se manteve com 14%, Heloísa Helena, que oscilou de 13% para 12%, Aécio, que se manteve com 12%, e Dilma Rousseff, que subiu de 7% para 11%.

Quando Serra é excluído da disputa, e Aécio Neves assume seu lugar como candidato do PSDB, Ciro Gomes assume a liderança, com 25% das intenções de voto. Esse percentual é idêntico ao que o socialista obtinha em novembro. Heloísa Helena oscilou de 19% para 17%, mesmo percentual obtido por Aécio, que repete índice do levantamento anterior. Nesse cenário, Dilma Rousseff variou positivamente de 9% para 12%. Nesse cenário o percentual dos que votariam em branco ou nulo chega a 18% e se dizem indecisos 10%.

Também foi apresentado aos entrevistados um cenário em que Aécio é o candidato tucano, e no qual não há a participação de Ciro Gomes. Nesse caso, ocorre empate entre Heloísa Helena, com 26%, e o governador mineiro, com 22%. Como o empate se dá no limite da margem de erro, é mais provável que a provável candidata do PSOL esteja à frente. No entanto, os percentuais obtidos por Heloísa e Aécio empatam com a taxa dos que votariam em branco ou nulo (24%). Em relação ao levantamento anterior, ambos oscilaram negativamente um ponto para baixo. Já Dilma Rousseff, nesse cenário, variou de 12% para 16%.

Quando solicitados a dizer espontaneamente em quem gostariam de votar para presidente da República em 2010, um quarto (25%) dos brasileiros declaram a vontade de reeleger o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). José Serra é mencionado espontaneamente por 6% e Aécio Neves e Dilma Roussef são citados por 3% dos entrevistados, cada.

José Serra é o provável candidato à Presidência mais conhecido pelos brasileiros: 95% dos entrevistados afirmam conhecê-lo, mesmo que apenas tenham ouvido falar do tucano. Desses, 39% se dizem bem informados, 43% se consideram mais ou menos informados e 13% se dizem mal informados a respeito de Serra.

Ciro Gomes vem em segundo lugar nesse aspecto: 86% dizem conhecê-lo. Consideram-se bem informados a respeito do socialista 17%; mais ou menos informados são 44% e, mal informados, 24%.

Dizem conhecer a fundadora do PSOL, Heloísa Helena, 72%, dos quais se dizem bem informados a respeito de sua trajetória 16%, mais ou menos informados, 36%, e, mal informados, 20%.

Aécio Neves é conhecido por 62%, dos quais 13% se consideram bem informados a respeito do tucano. Um terço (30%) se diz bem informado e 19% se consideram mal informados sobre ele. Entre os que moram na região Nordeste, a taxa dos que declaram conhecer Aécio é de 49%.

Dilma Rousseff é a provável candidata à Presidência menos conhecida pelos brasileiros: 52% afirmam ter conhecimento da existência ministra da Casa Civil, percentual similar ao dos que dizem não conhecê-la (48%). Dos que conhecem, 12% se dizem bem informados, 24% mais ou menos informados e 16% mal informados a respeito dela. Entre os brasileiros que moram na região Sul a taxa dos que dizem conhecê-la chega a 60%.

 

Folha Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado retoma mandato na ALPB após licença de 120 dias

Após licença de 120 s deputado Branco Mendes retomou as atividades legislativas na Casa de Epitácio Pessoa nesta terça-feira (22). Com isso, Trócolli Júnior (Podemos), voltou a condição de suplente.…

Especialista critica excesso de partidos na Paraíba: “Termina prejudicando”

O cientista político Lúcio Flávio Vasconcelos, doutor em história política pela Universidade de São Paulo (USP) e professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), afirmou, em entrevista a imprensa esta…