A Paraíba o tempo todo  |

“Sem noção”, diz deputado paraibano sobre Bolsonaro chamar quem fica em casa de ‘idiota’

A afirmação do presidente Jair Bolsonaro em conversa com apoiadores na manhã desta segunda-feira (17) repercutiu muito mal porque ele chamou de ‘idiotas’ as pessoas que durante a pandemia ficaram em casa, obedecendo às medidas restritivas para evitar a disseminação do coronavírus. “Além de genocida, porque tinha todas as ferramentas e possibilidades de encomendar vacinas em tempo hábil de salvar muita gente e não o fez, o Sr. Jair Bolsonaro ainda é um ser sem noção e desrespeitoso com o povo brasileiro, pois ao agir assim ele desmerece todas as autoridades sanitárias e o próprio bom senso e ainda estimula esse tipo de atitude como a que vimos acontecer no último sábado”, desabafou o deputado estadual paraibano, Jeová Campos.

O parlamentar se referia à aglomeração que aconteceu em Brasília, promovida pelo setor do agronegócio nacional. “O que vi nas TVs e nas redes sociais foi estarrecedor. Um monte de gente aglomerando, muitos deles sem máscaras, justamente, num momento crucial e delicado como estamos passando agora, onde os hospitais voltaram a ficar lotados por causa do aumento do número de casos de Covid. Isso é uma insensatez e o presidente estimulou tudo isso. O Brasil não merece isso. É muito descaso com a vida humana”, reiterou Jeová.

O deputado ainda alerta para a repercussão e impacto que isso causará daqui a quinze dias na rede de saúde pública e privada do país. “Vamos ver o reflexo de toda essa movimentação daqui a duas semanas”, disse o deputado ressaltando que o movimento de apoio ao governo tem legitimidade, porque cada um pode e deve se manifestar de acordo com o que pensa, mas a forma presencial com aglomeração na atual conjuntura foi inoportuna, sem sentido e descabida. “Vamos todos pagar um preço muito alto por essa insensatez”, lamentou o deputado paraibano.

 

Da Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe