Com atraso no julgamento de Cássio, Santiago comemora posse no Senado Federal e alfineta situação do tucano: “Ele sabia que poderia ficar de fora”

Com o possível atraso do julgamento do processo de cassação do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), o deputado federal Wilson Santiago (PMDB), voltou a demonstrar não possuir constrangimento em assumir uma cadeira no Senado Federal que seria destinada ao ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), que pode ser impedido de tomar posse no Senado em face da Lei Ficha Limpa. Wilson Santiago foi o 3º colocado na disputa pelo Senado Federal, perdendo em votos para Cássio e Vitalzinho (PMDB).
 

“O ex-governador Cássio sabia do risco e decidiu concorrer, ele não tinha registro e seus advogados sabiam disso”, contou 
 

Santiago também lembrou episódios vividos no período das convenções partidárias em que integrantes do PSDB chegaram a assinar uma ata de substituição do nome de Cássio na disputa pelo Senado. “Eles não concretizaram a substituição por que, os nomes postos não tinham densidade eleitoral e a chapa majoritária poderia ser prejudicada”, revelou.
 

Por fim Santiago defendeu o nome do governador José Maranhão (PMDB), para compor o futuro Ministério da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Maranhão tem uma experiência administrativa, muita disposição de trabalho, além da amizade de lula e Dilma. Defendendo um representante da Paraíba no futuro governo”, concluiu.
 

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…

Lideranças do PSB pregam diálogo para estancar crise no partido

Lideranças do PSB tentam estancar crise do partido na Paraíba e evitar dissabores nas urnas nas eleições 2020. O líder do governo estadual na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa (PSB),…