Edvaldo Rosas disse que PSB cresceu muito sob seu comando e não vê motivo para deixar a presidência

O presidente estadual do PSB e atual Secretário de Governo da Paraíba, Edvaldo Rosas, afastou completamente a possibilidade de deixar o comando do partido, conforme foi ventilado pelas deputadas socialistas Cida Ramos e Estela Bezerra.

“Não entendi bem qual seria a motivação para eu deixar o comando do PSB, justamente no momento que o partido teve o maior crescimento do Brasil nas duas últimas eleições, e quando o governador do Estado prestigia o partido nomeando o seu presidente para um cargo importante de condução da política dentro do seu Governo”, afirmou Edvaldo Rosas.

Quando assumiu o comando estadual do partido em 2010, segundo Edvaldo, a legenda era modesta no Estado, contando apenas com três deputados estatuais, 13 prefeitos e 79 vereadores. Não tinha deputado federal, senador e muito menos governador.

“Hoje já temos 52 prefeitos e 339 vereadores. O PSB elegeu e reelegeu o companheiro Ricardo Coutinho e nesses oito anos que estou à frente do partido testemunhei também a eleição, em primeiro turno, com mais de 600 mil votos de diferença,  do governador João Azevedo. E ainda elegemos oito deputados estatuais, um federal e o primeiro senador na história do PSB paraibano”, relatou em seu favor o secretário estadual Edvaldo Rosas.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Para Romero, Julian foi induzido ao erro ao fazer críticas à gestão de CG

O prefeito Romero Rodrigues, que até a tarde desta quarta-feira, 21, cumpria agenda em Brasília (DF), disse ter recebido com surpresa a postagem feita pelo deputado federal Julian Lemos (PSL)…

Hervázio diz que “jamais vai se colocar como um conspirador” no PSB

Ex líder do governo na Assembleia Legislativa no governo de Ricardo Coutinho (PSB), o deputado licenciado e secretário de Esportes, Juventude e Lazer da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB), disse que…