“Página virada”. É assim que o senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) analisa o rompimento entre o governador João Azevêdo (sem partido) e o ex-governador Ricardo Coutinho, do PSB. Para Veneziano, o objetivo agora é focar na administração do Estado.

O senador revelou que após anunciar a saída da legenda, o governador virou a página que trata da crise interna do PSB e que a partir de então se concentra em manter a Paraíba equilibrada financeiramente, iniciando e inaugurando obras.

– O governador João Azevêdo já fez o seu anúncio formal de desligamento do PSB. Ao tempo em que essa decisão foi tomada, a minha sugestão foi de prosseguir com o governo e o governador já demonstrou isso, porque um dia após o fato [saída do PSB], já fez o que era dever de um administrador: tocar a gestão, – afirmou Vené.

Veneziano garante que seguirá ao lado de João Azevêdo, mas não garantiu que deixará de partido, já que publicamente não defende a mudança constante de siglas. “Um decisão que requer muita tranquilidade e ponderação. Não vou me precipitar”, observou o senador.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Inácio Falcão defende união da oposição em CG: “É um projeto coletivo”

O deputado estadual Inácio Falcão estuda a possibilidade de se licenciar da Assembleia Legislativa da Paraíba para direcionar suas atenções ao pleito eleitoral deste ano em Campina Grande. Em outubro,…

Covid-19: advogados eleitorais preparam propostas para TSE, Congresso e Executivo

A crise provocada pelo Covid-19 coincidiu, no Brasil, com o ano eleitoral, o que trouxe desafios inéditos não apenas ao sistema de saúde, mas também à democracia no país. Com…