Por pbagora.com.br

Valores intangíveis

Muita polêmica nos bastidores sobre o inusitado exílio voluntário do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). O fato é que, independentemente das avaliações de cada um, existe um detalhe chamado “foro íntimo”, que precisa ser respeitado em qualquer ser humano. Por mais animal político que o líder tucano seja, existem valores que não podem ser mensurados numa situação atípica provocada pela perda de metade de seu segundo mandato.

Por outro lado, a verdade é que, dentro de nossa cultura política, uma liderança como Cássio termina fazendo muita falta numa circunstância político-administrativa em que a Paraiba está envolvida. Outros líderes, militância e segmentos vários da sociedade terminam por gerar um nível de dependência impressionante da voz de comando de um comandante da estirpe do filho de Ronaldo.
 

Tudo pode acontecer

A Paraíba não pode estranhar se outra reviravolta acontecer na política do nosso Estado nos próximos 30 dias. Os bastidores judiciais estão fervendo.

Lembranças do passado

Cenas parecidas com as que foram vistas na convenção do PMDB de 1998 poderão retornar ao noticiário paraibano. Sendo que, desta vez, não serão delegados e sim os deputados.

Com a lista nas mãos
Um deputado foi flagrado em um demorado telefonema com o governador José Maranhão. Durante a conversa o parlamentar relatava uma lista de nomes que deveriam permanecer nos seus respectivos cargos. Maranhão liberou geral.
 

Já tem mudanças
 

Da cidade de Cajazeiras, recebo a informação que o prefeito Léo Abreu (PSB) vai fazer, nos próximos dias, uma reforma no seu secretariado – quando faltam alguns dias para completar três meses de gestão. Tem secretário perdendo o sono.
 

Vagas também em João Pessoa

Já na prefeitura de João Pessoa, o prefeito Ricardo Coutinho (PSB) espera alguns desdobramentos para formar uma nova equipe.
 

Problema Grave

O deputado Jeová Campos (PT) foi infeliz no seu discurso de boas vindas ao novo comandante do 6º BPM, em Cajazeiras. Empolgado por ter indicado o novo comandante, Jeová disse “Aos adversários os rigores da lei, para os aliados as delícias da lei”. Pegou mal.

A verdade

Já chega a três o numero de deputados da base de Cássio na Assembléia que votam sem dificuldade a favor das matérias enviadas pelo novo governo.

Essa é boa

Um deputado da oposição revelou à coluna e pediu reservas que trabalha para se unir a Maranhão, mas já decidiu: continua votando em Cássio para o Senado Federal, em 2010. Ô Paraíba boa! 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise – Estariam Cícero Lucena e Ricardo Coutinho inelegíveis para 2020? Espalham que sim. Mas…

Partidários de Luciano Cartaxo (PV) e de Nilvan Ferreira (MDB) espalham por aí que, tanto Cícero Lucena (PP) como Ricardo Coutinho (PSB) estariam inelegíveis para as eleições municipais deste ano.…

Ludgério declina de postulação e anuncia apoio a Bruno, em CG

O deputado estadual Manoel Ludgério desistiu de disputar a Prefeitura Municipal de Campina Grande e anunciou apoio ao projeto político do ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima na corrida pela Prefeitura…