O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou, nesta quinta-feira (4), que irá processar portais que divulgaram ‘fake news’ sobre ele ter chamado eleitores de Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência da República, de “ignorantes” e defensores da “barbárie”. De acordo com o governador, o seu posicionamento sempre foi de muito respeito às escolhas das pessoas.

“Eu respeito profundamente toda e qualquer escolha das pessoas, afinal, é escolha né. Pesar isso adiante e ter a corresponsabilidade com as coisas. Mas, ao mesmo tempo, eu tenho a minha posição e vou lutar por ela. Aliás, sempre tive e não escondo”, afirmou.

De acordo com o socialista, os portais serão representados no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e terão que provar aonde ele atacou os eleitores de Bolsonaro.

“Vai levar uma representação no TRE para aprender a respeitar a informação verdadeira. Isso aqui é fake, é fakenews. Infelizmente a democracia representativa está em xeque no mundo em função da informação. A informação está sendo a grande mola propulsora de derrocada dessa coisa chamada democracia representativa porque tudo é alterado de acordo com as mentiras espalhadas. Ou seja, daqui a pouquinho vai estar lá uma representação e esse povo vai provar aonde danado eu ataquei quem quer que seja”, prosseguiu.

Ainda de acordo com Ricardo, os blogs que divulgaram a ‘fakenews’ seriam patrocinados pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que estariam preocupados com uma eventual derrota de Lucélio Cartaxo (PV), candidato que representa o grupo que hoje governa João Pessoa.

“Isso é sinal de desespero né. Quando um danado de um blog patrocinado pela Prefeitura de João Pessoa chega e apela para isso é porque perdeu de vez a esperança em fazer uma disputa limpa na política. Reconhecem que perderão porque a população não lhes dá confiança capaz com que governem um estado”, concluiu.

 

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…

Dra. Paula não consegue licença médica de 121 dias e Jane Panta não assume

A junta médica da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), frustrou os planos da suplente Jane Panta (Progressistas) de assumir a cadeira da deputada titular Dra. Paula (Progressistas) que havia solicitado…