Após encontro interno neste sábado (14), a direção estadual do PT decidiu permanecer na base de sustentação do governo João Azevêdo (Cidadania).

De acordo com a resolução aprovada pelo diretório, o partido reconhece “que o governo tem mantido uma agenda de desenvolvimento social para aqueles(as) que mais precisam das políticas públicas”.

A decisão foi tomada apesar das críticas feitas ao governador por ter se filiado ao Cidadania.

Entretanto o PT descarta, a princípio, se juntar ao partido do governador nas eleições municipais. A aliança deverá focar no PSB, PC do B, REDE, PDT, PSOL e UP.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Enxergam um herói, eu vejo um golpista”, diz Jackson sobre Mandetta

Enquanto as pesquisas apontam que a população brasileira aprova o trabalho do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta a frente do combate à pandemia do coronavírus, o presidente estadual do…

Opinião: em “quarentena” forçada por assessores militares e civis, Bolsonaro está “isolado”, mas ainda fará muito estrago

Aos que duvidam que o presidente Jair Bolsonaro foi posto em “quarentena” por generais, líderes políticos e membros graúdos do Judiciário, é bom que eles tenham a seguinte certeza: Sim!…