Recebidas pelo presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), lideranças nacionais da oposição, formada por representantes do PSDB, DEM, PPS e também do PMDB, participaram ontem (16) em Recife de quatro grandes eventos políticos. O primeiro compromisso começou às 17h30, com a posse do presidente da seção pernambucana do Instituto Teotônio Vilela (ITV), seguido do lançamento do livro “Daquilo que eu sei – Tancredo e a transição democrática”, e da inauguração do auditório Ruth Cardoso, na sede do PSDB de Recife, onde houve uma reunião política entre todos os participantes.

Diversos momentos concentraram a atenção, como o lançamento do livro do ex-ministro da Justiça Fernando Lyra, onde esteve também o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), que recepcionou os governadores Aécio Neves e José Serra e o presidente do partido.

PRÉVIAS

Questionados insistentemente por repórteres sobre a realização de prévias no PSDB para a escolha do candidato da legenda em 2010, o governador mineiro foi claro: “o que tenho defendido é que mobilizemos as bases partidárias e voltemos a falar com setores da sociedade. Considero as prévias um instrumento último, se necessário, para a definição não só de nome como também de propostas”.

Também indagado pela imprensa sobre o cenário para 2010, o governador de São Paulo enfatizou que estava no Recife “para reafirmar a unidade do PSDB”. “Não há fator de desacordo, a unidade já existe, é anterior e posterior a hoje”, ponderou. Serra acrescentou que o PSDB vai buscar acordos políticos com as legendas que hoje já estão próximas ao partido. O governador de São Paulo finalizou salientando que este não é o momento de falar em sucessão. “Estamos vivendo uma crise econômica e não podemos desviar o foco deste problema”, apontou.

“Eles vão continuar a aparecer juntos em eventos do PSDB. Como ficou demonstrado pelo dois, vai perder quem apostar na nossa divisão”, observou o presidente do PSDB. Para Sérgio Guerra, o evento de ontem “confirmou à opinião pública que a oposição caminha firme para aperfeiçoar o processo democrático e de participação popular”.

CRISE

Aécio Neves também criticou o governo federal diante da crise internacional que chegou ao Brasil muito mais forte e preocupante do que uma simples “marolinha”, como quis desviar o Presidente da República. “O desafio da gestão pública é demonstrado pelo aumento de gastos do governo federal. Nós estamos assistindo a uma gastança irresponsável sem resultados para a vida das pessoas e para o país”, lamentou.

ITV EM PERNAMBUCO

A agenda pernambucana iniciou com a posse do presidente do ITV/PE, o cientista político e professor universitário André Régis de Carvalho. O professor, que é Ph.D em Ciência Política pela New School for Social Research de Nova York, e Doutor em Direito, além de Bacharel em Administração de Empresas, construiu sua afinidade com o PSDB a partir da pesquisa que realizou para sua tese sobre o federalismo brasileiro, quando analisou o primeiro mandato do então presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

“Com o estudo que fiz, percebi que o trabalho do PSDB foi fundamental para a construção de um Brasil estável”, destacou Carvalho. O ITV é o órgão de assessoria política do PSDB. E o novo presidente do ITV já anuncia para abril um curso de formação política. Será aberto a todos. De acordo com André Régis, “o empobrecimento da política está na falta de formação: quando o debate é vazio, todos são iguais”.

LIVRO

Tanto Aécio Neves como José Serra são personagens do livro escrito pelo ex-ministro Fernando Lyra. O governador de Minas é apontado como um dos políticos que simbolizam “este momento novo, este avanço histórico que acontece sob os nossos olhos”. Já o governador de São Paulo é citado na introdução da obra, por conta de um discurso feito em 1964, quando presidia a União Nacional dos Estudantes (UNE), no qual protestava contra o golpe militar em andamento.

O discurso, transmitido pelo rádio, foi ouvido em Recife por Fernando Lyra, então “com 25 anos e praticamente nenhuma atividade política”, como próprio autor se definiu na ocasião. Nas décadas seguintes, ele estaria na linha de frente do movimento de oposição à ditadura e exerceria papel central nas articulações que dariam a vitória a Tancredo Neves – avô de Aécio Neves- na eleição indireta de 1985, pondo fim ao regime militar.

HOMENAGEM

Depois da sessão de autógrafos na Livraria Cultura, as lideranças tucanas seguiram para a sede do PSDB, onde foi inaugurado o auditório Ruth Cardoso, falecida em 2008. Ela era socióloga e presidiu o Programa Comunidade Solidária. Cerca de 250 convidados participam do evento. Fizeram pronunciamentos o senador Sérgio Guerra, os governadores Aécio e Serra e a prefeita de Lagoa do Carro, Judite Botafogo, que faz parte do Secretariado do PSDB Mulher.

Judite Botafogo é a primeira negra eleita para uma prefeitura de Pernambuco. Professora de Lagoa do Carro, município com 15 mil habitantes, Judite tem entre as principais metas de sua administração adotar ações de saúde preventiva e ampliar o investimento no artesanato. Lagoa do Carro é conhecida como a “capital nacional da tapeçaria”. Adepta da gestão participativa, a prefeita trabalha junto com a comunidade e vai criar um conselho comunitário.

Além de prestarem uma homenagem à D. Ruth Cardoso, todos falaram sobre a crise econômica e criticaram a falta de ações estratégicas do governo Lula para reverter o quadro. O senador Tasso Jereissati (CE) também criticou a falta de agilidade do governo. Além de lideranças tucanas, participaram da homenagem o ex-governador de Pernambuco Mendonça Filho (DEM) e o presidente nacional do PPS, Roberto Freire.

O evento na sede do PSDB de Pernambuco reuniu 30 prefeitos, deputados estaduais e vereadores da legenda, além de políticos de expressão nacional como o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), o deputado federal Raul Henry (PMDB) e o senador Marco Maciel (DEM).

 

Agência Tucana

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente do PSL/SE acusa Julian de integrar complô na sigla e trair Bolsonaro

Em entrevista bombástica concedida ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta terça-feira (22), o ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela acusou o deputado federal paraibano, Julian Lemos (PSL) de…

Já são três os secretários de Romero que miram disputa pela PMCG

A disputa eleitoral da Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020 deve dividir a base do prefeito Romero Rodrigues (PSD). Pelo menos três secretários de Romero garantem que são pré…