A Polícia Federal indiciou o delegado Protógenes Queiroz pelos crimes de violação do sigilo funcional e da Lei de Interceptações durante a Operação Satiagraha, segundo a assessoria da PF.

Na terça-feira (17), a Corregedoria da PF tomou o depoimento de Protógenes. O inquérito foi aberto para investigar se ele permitiu, durante a operação, o monitoramento clandestino de políticos e autoridades e uso irregular de servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A conclusão deve sair em breve.

 

A Polícia Federal está investigando o delegado Protógenes desde agosto do ano passado, quando surgiram as denúncias de grampos telefônicos ilegais durante a operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas, investigado por suposto envolvimento em crimes financeiros.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

No aniversário de Sousa, Wilson Santiago enfatiza ações viabilizadas para o município

O deputado Federal, Wilson Santiago (PTB), participou, nesta sexta-feira 10/07, da inauguração do Centro Municipal de Reabilitação e Fisioterapia, em Sousa, no Sertão do Estado. Em entrevista ao site de…

Ruy defende trabalho dos educadores físicos e abertura das academias

A retomada das atividades das academias de ginástica, que têm relação direta com a saúde das pessoas deve acontecer imediatamente. Foi o que defendeu Ruy Carneiro durante reunião virtual com…