A Polícia Federal indiciou o delegado Protógenes Queiroz pelos crimes de violação do sigilo funcional e da Lei de Interceptações durante a Operação Satiagraha, segundo a assessoria da PF.

Na terça-feira (17), a Corregedoria da PF tomou o depoimento de Protógenes. O inquérito foi aberto para investigar se ele permitiu, durante a operação, o monitoramento clandestino de políticos e autoridades e uso irregular de servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A conclusão deve sair em breve.

 

A Polícia Federal está investigando o delegado Protógenes desde agosto do ano passado, quando surgiram as denúncias de grampos telefônicos ilegais durante a operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas, investigado por suposto envolvimento em crimes financeiros.

 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente da Aesa descarta volta do racionamento em Campina Grande

Apesar da queda no volume de água no Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa),…

Genival Matias reúne prefeitos de sua base em encontro com Veneziano

Na sede do partido Avante em João Pessoa, o vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Genival Matias, reuniu prefeitos de sua base aliada em um encontro com o Senador…