A Paraíba o tempo todo  |

Projeto que extingue a taxa de religação do abastecimento de água é aprovado na CCJ

O consumidor paraibano obteve uma notícia que agrada o seu bolso. Foi aprovado em reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, o dispositivo, na forma de projeto de lei, que versa sobre a proibição da cobrança da taxa de religação dos serviços de abastecimento de água e esgoto sanitário em caso de suspensão (o corte) quando a falta de pagamento pelos serviços disponibilizados pela Companhia de Água e Esgoto (Cagepa) são detectados.

Na avaliação do autor do projeto, deputado Felipe Leitão, trata-se de uma propositura pautada no direito do consumidor, considerando que a taxa de religação é abusiva e penaliza a população, principalmente os de baixa renda. “Além de ser algo completamente constrangedor ter os serviços de água e esgotamento sanitários suspensos pela concessionária, a fim de obrigar aquela pessoa que está inadimplente e muitas vezes não tem o quantitativo para pagar sua dívida, quando quitada ela ainda tem mais um custo, que  é a taxa de religação, e isso fere frontalmente o Código de Defesa do Consumidor”, argumentou o parlamentar.

 

Agora o Projeto de Lei 127/2019 segue para plenário, a fim de ser votado provavelmente na próxima semana. Após esse rito, caso aprovado ele será remetido para o veto ou aprovação do governador João Azevêdo. “O projeto está bem embasado juridicamente, tem papel social, por isso estou confiante que meus colegas de Casa o aprovem e o governador João Azevêdo, home sensível com as causas do povo, sancione o projeto”, observou Leitão, explicando que a taxa de religação é 6 vezes o valor do serviço para quem paga a tarifa social.

 

Eliabe Castor

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe