Por pbagora.com.br

O presidente Nacional do PTN, José de Abreu, visitou na manhã desta quinta-feira (26) a cidade de João Pessoa, ocasião em que aproveitou para reunir e trocar informações com lideranças políticas do estado, além de traçar metas para a disputa eleitoral de 2010 na Paraíba. Em entrevista exclusiva ao portal PB AGORA, José de Abreu defendeu a realização de novas eleições para o governo da Paraíba e garantiu que o partido irá disputar uma vaga de deputado estadual na Assembléia Legislativa do Estado, tendo Francisco Barreto como o nome mais cotado.

“Pretendemos disputar cargos de deputados estaduais e federais no ano de 2010 com uma chapa “puro sangue”, além de formar coligações encabeçadas pelo PTN”, disse José de Abreu.

“Sem sombra de dúvidas Francisco Barreto é um forte nome para disputar uma destas vagas. Caso Barreto não pretenda entrar na disputa, iremos insistir com ele para que o quadro fique consolidado” completou.

Perguntado sobre como avaliou a disputa nas eleições municipais de 2008 em João Pessoa, José de Abreu declarou que o partido ele fez uma eleição majoritária, marcou uma posição e atingiu as expectativas.

“Foi ótima a disputa do PTN nas eleições municipais de João Pessoa. O partido teve Barreto como candidato e ele fez bonito”, declarou.

Sobre a tendência política do partido na Capital, José de Abreu confirmou que o PTN irá continuar na oposição do atual prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho.

Sobre o futuro do PTN na Paraíba, José de Abreu informou que está pensando em 2010, mas o partido pretende disputar as eleições de 2012.

“Caso Barreto se eleja deputado estadual em 2010, ele fica em uma posição confortável para disputar a prefeitura da Capital Paraibana em 2012”, disse.

CASSAÇÃO

Indagado sobre o atual quadro político do estado, que após a cassação de Cássio Cunha Lima (PSDB), tem como governador José Maranhão (PMDB), José de Abreu declarou que defende novas eleições para o cargo.

“Defendo novas eleições na Paraíba, pois com a atual situação não foi apenas Cássio Cunha Lima que foi cassado, mas também o povo paraibano que acredita e o elegeu para o governo”, disse o presidente.

“É preciso seguir a constituição. Que seja empossado imediatamente o presidente da Assembléia Legislativa e convocada novas eleições para este estado”, defendeu.

“Um novo pleito trata-se de uma questão democrática”, concluiu José de Abreu.

Thiago Moraes


PB AGORA

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: municípios devem criar Portal da Transparência para disponibilizar recursos

Todos os 223 municípios paraibanos deverão criar um Portal da Transparência especifico para ações de combate à Covid-19, disponibilizando os valores e recursos arrecadados e a sua devida destinação para…

Opinião: Damião Feliciano senta no banco de reserva sem deixar de observar jogo eleitoral e as consequências pós 2020

O deputado federal Damião Feliciano (PDT) reapareceu na cena política após agir e articular a eleição indireta na cidade de Bayeux, que elegeu a vereadora Luciene de Fofinho (PDT) prefeita…