Por pbagora.com.br

Repercutindo a maior polêmica do dia, que culminou com a demissão do secretário especial de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, o presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo declarou que não viu novidade no vídeo com discurso semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Propaganda da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo, feito pelo referido secretário.

De acordo com Jackson, estranho seria se o secretário parafraseasse Paulo Freire ou Chico Buarque.

Confira:

PB Agora

Notícias relacionadas

“Não é fácil discutir política com a juventude”, diz secretário do PT-PB

Os partidos classificados como de centro político foram os grandes destaques das eleições municipais de 2020 e dividiram o controle dos municípios de forma mais equilibrada. Pela primeira vez desde…

Petista sai na defesa do decreto de Cícero para conter avanço da covid em JP e defende prática religiosa remota

Apesar do PP e PT a nível nacional serem adversários, em João Pessoa pelo menos no tocante a avaliação do decreto do prefeito Cícero Lucena (Progressistas) que restringiu atividades comerciais…