Por pbagora.com.br

Repercutindo a maior polêmica do dia, que culminou com a demissão do secretário especial de Cultura do governo Bolsonaro, Roberto Alvim, o presidente do PT da Paraíba, Jackson Macêdo declarou que não viu novidade no vídeo com discurso semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Propaganda da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels, antissemita radical e um dos idealizadores do nazismo, feito pelo referido secretário.

De acordo com Jackson, estranho seria se o secretário parafraseasse Paulo Freire ou Chico Buarque.

Confira:

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: após criar fato político com tese de desistência, Raoni diz que fica na disputa pela PMJP

Durante anúncio nas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (17), Raoni Mendes, pré-candidato a Prefeitura de João Pessoa pelo Democratas, declarou que está na disputa e que o partido não…

RC não participa de debate nesta quinta e fará live no mesmo horário

O ex-governador e agora pré-candidato do PSB na disputa eleitoral pela Prefeitura de João Pessoa, Ricardo Coutinho, não participará do primeiro debate entre candidatos da disputa que será realizado nesta…