“Acabou”. Foi com essa expressão que os petistas da cidade de Bayeux se manifestaram após a expulsão do presidente do Partido dos Trabalhadores na cidade, Heleno Teixeira da Silva. Ontem à noite (30), por volta das 19h, em reunião realizada na Câmara Municipal, com a presença de dezesseis diretorianos, o partido decidiu por 15 votos a 1 expulsar Heleno da presidência e quadros do partido.


A conduta do presidente há anos vinha sido questionada pelos petistas na cidade. Dentre as acusações estão as de infidelidade partidária, desrespeito ao estatuto do partido, e muitas outras, que foram levadas à Comissão de Ética e Disciplina Partidária e teve parecer favorável a saída de Heleno.


Com essa decisão, quem assume a presidência é o vice, Josivaldo Albuquerque, que irá presidir de forma interina os destinos do partido e convocará em breve novas eleições para a escolha do novo presidente. Após 16 anos o PT voltou a ter representação na Câmara de Vereadores. A segunda secretária da Câmara é ocupada por Nino do PT.

 

Redação PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cinco deputados paraibanos assinam pedido de CPI da ‘Lava Jato’ na Câmara

O pedido de CPI da Lava Jato foi validado pela Mesa da Câmara dos Deputados nesta última sexta-feira (13). A Mesa validou 175 das mais de 200 assinaturas obtidas pela…

Frei Anastácio solicita informações a Bolsonaro sobre a privatização de 17 empresas

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) enviou requerimento, com pedido de informação ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, solicitando informações sobre o anúncio feito pelo Presidente da República, em…