Por pbagora.com.br

Apesar de o deputado estadual Anísio Maia (PT) manter a candidatura à prefeitura de João Pessoa, o partido, não apenas no âmbito nacional, como também no estadual já bateu o martelo por marchar alinhado à candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na disputa pela prefeitura de João Pessoa.

Segundo o presidente estadual da sigla, Jackson Medeiros, que havia adotando o silêncio em meio ao imbróglio, o PT de João Pessoa não pode arriscar a democracia brincando de disputar uma eleição. Ele ressalta que o que está em jogo é algo muito maior.

“O PT não pode brincar de fazer eleição, de disputar eleição por disputar” pontuou, ao ressalvar que a eleição deste ano deve enfrentar o bolsonarismo, e os partidos do campo democrático devem atuar juntos.

Ele frisou que os filiados que não concordam com a decisão do diretório nacional “aos poucos vão entender o que está em jogo”.

“A direção nacional tinha decidido que nas capitais quem tinha a palavra final era a direção nacional. Não existe novidade. A eleição de agora é a porta de entrada para a eleição de 2022. Os partidos do campo democrático popular precisam estar juntos. Tem candidato posando com pistola na mão e isso não faz parte do processo democrático”, emendou.

As declarações repercutiram em entrevista à Rádio Correio FM.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça rejeita pedido do PSB para retirar do ar pesquisa Consult

Nesta terça-feira (20), o juiz eleitoral José Geraldo Pontes negou pedido de suspensão da divulgação da pesquisa Arapuan/Consult sobre as intenções de voto na disputa eleitoral para prefeito em João…

STJ rejeita último recurso e mantém Euda Fabiana inelegível para disputa em Cuité

A ministra Assussete Magalhães, do Superior Tribunal de Justiça rejeitou o último recurso da candidata à prefeitura de Cuité, Euda Fabiana (MDB), e manteve a inelegibilidade da postulante, que agora…