Apesar da queda no volume de água no Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Catão, descartou a possibilidade de racionamento em Campina Grande. Atualmente o volume atual é de 88.847.718,17 m³, o que representa 19,04% do total.

A título de comparação, no dia 14 de setembro, este percentual era de 20,56%.  Porfírio Catão descartou qualquer possibilidade de racionamento. “Este decréscimo é normal. É até lógico, já que não está tendo entrada nem de chuva nem das águas da transposição. E tem o uso. Mas não existe nenhuma previsão para a volta do racionamento”, explicou.

“O açude de Boqueirão, além seu atual volume, tem duas fontes hídricas, que são a da chuva e da transposição, que está parada, mas o governador pediu oficialmente a volta do bombeamento”, comentou o presidente da Aesa.

 

Redação   

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Apesar de aliado, Walber Virgulino descarta migrar para sigla de Bolsonaro

O deputado estadual Walber Virgolino (Patriota) descartou a possibilidade de sair da sigla e migrar para o partido que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) pretende criar, o Aliança Pelo Brasil.…

Opinião: Cabo Gilberto – a mais nova vítima das gafes e insensatez de Bolsonaro

“Esta obra entrará para os anais e menstruais de Sucupira e do país”. A frase, muito bem construída, foi proferida, certa vez, por Odorico Paraguaçu, personagem criado pelo dramaturgo Dias…