Apesar da queda no volume de água no Açude Epitácio Pessoa, localizado na cidade de Boqueirão, o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), Porfírio Catão, descartou a possibilidade de racionamento em Campina Grande. Atualmente o volume atual é de 88.847.718,17 m³, o que representa 19,04% do total.

A título de comparação, no dia 14 de setembro, este percentual era de 20,56%.  Porfírio Catão descartou qualquer possibilidade de racionamento. “Este decréscimo é normal. É até lógico, já que não está tendo entrada nem de chuva nem das águas da transposição. E tem o uso. Mas não existe nenhuma previsão para a volta do racionamento”, explicou.

“O açude de Boqueirão, além seu atual volume, tem duas fontes hídricas, que são a da chuva e da transposição, que está parada, mas o governador pediu oficialmente a volta do bombeamento”, comentou o presidente da Aesa.

 

Redação   

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Disputa pela PMCG esquenta e deputado pré-candidato a PMCG chama vereador da situação de “vereadorzinho”

Em clima de pré disputa eleitoral em Campina Grande, o vereador Márcio Melo (PSDC), e o deputado estadual e pré candidato a PMCG Inácio Falcão (PC d B), trocaram farpas…

Bruno volta convidar socialistas para se filiar e avalia brechas partidárias para desfiliações

Diferente do ex-vereador Zezinho do Botafogo e dos vereadores Tibério Limeira e Léo Bezerra, ambos do PSB que devem migrar neste mês de março para o Cidadania devido a proximidade…