Após a repercussão negativa de que a primeira dama de Alagoa Grande, Adriana Karla de Melo Lima teria recebido auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal para pessoas de baixa renda e embolsado R$ 1,2 mil, o prefeito da cidade, Antônio da Silva Sobrinho (PSD) confirmou a informação, mas assegurou que tudo se tratou de um engano. Ele afirma ainda que ela não ficou com o dinheiro

O prefeito disse que a esposa é voluntária  na Secretaria de Ação Social e se inscreveu no benefício para aprender como funciona e ensinar as pessoas necessitadas que procuram a secretaria.

Ele assegurou que a esposa fez questão de não finalizar a inscrição, mas houve um engano, e o cadastro acabou sendo finalizado e ela recebeu uma mensagem depois avisando que havia sido contemplada com o auxílio.

“Ela não fez para receber dinheiro, fez para a ensinar ao pessoal como receber o dinheiro”, disse o prefeito. Ele também informou que orientou a esposa a procurar um advogado, que já entrou em contato com a Caixa Econômica Federal, para saber como devolver o dinheiro.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeito de Uiraúna paga fiança e aguarda alvará de soltura

O prefeito afastado de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes, pagou fiança de R$ 522,5 mil estipulada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello. No entanto, ainda não…

ALPB realiza doação de R$ 2 milhões ao Estado para enfrentamento ao coronavírus

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) repassou, nesta quarta-feira (8), R$ 2 milhões para as secretarias estaduais de Desenvolvimento Humano e de Educação, Ciência e Tecnologia para serem aplicados no…