Por pbagora.com.br
 
 

Após a repercussão negativa de que a primeira dama de Alagoa Grande, Adriana Karla de Melo Lima teria recebido auxílio emergencial disponibilizado pelo Governo Federal para pessoas de baixa renda e embolsado R$ 1,2 mil, o prefeito da cidade, Antônio da Silva Sobrinho (PSD) confirmou a informação, mas assegurou que tudo se tratou de um engano. Ele afirma ainda que ela não ficou com o dinheiro

O prefeito disse que a esposa é voluntária  na Secretaria de Ação Social e se inscreveu no benefício para aprender como funciona e ensinar as pessoas necessitadas que procuram a secretaria.

Ele assegurou que a esposa fez questão de não finalizar a inscrição, mas houve um engano, e o cadastro acabou sendo finalizado e ela recebeu uma mensagem depois avisando que havia sido contemplada com o auxílio.

“Ela não fez para receber dinheiro, fez para a ensinar ao pessoal como receber o dinheiro”, disse o prefeito. Ele também informou que orientou a esposa a procurar um advogado, que já entrou em contato com a Caixa Econômica Federal, para saber como devolver o dinheiro.

 

Redação

 
 
Notícias relacionadas

Opinião: a proposta irresponsável e genocida defendida por Wellington Roberto

A proposta que o deputado federal paraibano, Wellington Roberto (PL-PB), defendeu em entrevista ao programa Arapuan Verdade é excludente, irresponsável e genocida. Num cenário de pandemia, em que há uma…

Galdino prevê consenso em eleição para vagas de Nabor e João Henrique na Mesa

Na próxima segunda-feira ( 31) a Assembleia Legislativa da Paraíba deverá retornar às atividades e de forma presencial realizar a votação que elegerá dois parlamentares para ocupar a 1ª secretaria…