A Paraíba o tempo todo  |

POLÊMICA: entra em vigor lei que reconhece vaquejada como esporte na PB

 Entrou em vigor no último dia 21, a lei de autoria do deputado estadual Doda de Tião (PTB) que reconhece a vaquejada como atividade esportiva na Paraíba.

 

Doda de Tião é fazendeiro e cria cavalos. Ele foi procurado por praticantes para apresentar a proposta. Com a aprovação, será permitida a realização de campeonatos e torneios oficiais no Estado envolvendo os praticantes da atividade, que virou esporte.

 

Várias pessoas e entidades em defesa de animais estão entrando na justiça e na mídia e redes sociais para deixar declarada sua revolta.

 

A Associação de Proteção Animal Amigo Bicho (APAAB) entrará com ação na Justiça contra a aprovação da lei que transforma a vaquejada em esporte na Paraíba. O projeto foi apresentado pelo deputado estadual Doda de Tião (PTB).

 

Secretária da APAAB, Maribel de Souza Amengual disse que o corpo jurídico já foi acionado para tentar derrubar a lei aprovada pela ALPB e também para proibir o uso de animais em esportes como briga de galo e rodeios.

 

“Sou totalmente contra porque traz prejuízos aos animais. É retrógrado. Do passado! Usar animais em lutas e em brigas, com maus-tratos, não é esporte. É perversidade”, destacou Maribel de Souza Amengual.
 

 

A ex-apresentadora da RedeTv, Luísa Mell, recorreu, na manhã desta sexta-feira (23), às redes sociais para criticar a sanção da lei que transformou a vaquejada como esporte na Paraíba.

 

Conhecida do público por abraçar a causa animal, Luísa comandava o “Late Show” na emissora paulista.

 

Em sua postagem no Facebook, Luísa Mell se diz triste com a lei e considera a vaquejada como um dos “esportes” mais cruéis que existem.

 

Segundo ela, os animais são submetidos à violência para poderem atuar. “Ela (a vaquejada) consiste em aterrorizar um filhote de boi ou um boi jovem, normalmente com choques e surras para que ele corra desesperadamente por uma arena, enquanto um peão sobre um cavalo tem que encurralar ele e derruba-lo puxando violentamente o rabo”, postou.

 

Em poucas horas, a postagem da ex-apresentadora repercutiu entre os internautas de todo o país. Até o fechamento desta matéria, quase cinco mil pessoas já haviam comentado a publicação.

 

No programa ela buscava conscientizar a população sobre os cuidados necessários para criar um animal, e muitas vezes trazia denúncias de maus-tratos, que eram alvos de queixas na polícia.

 

Luísa Mell é formada em Direito e Teatro e é uma das ativistas mais atuantes no país. Graças à sua atuação, Mell foi eleita embaixadora do Non-Violence Brasil, projeto mundial contra a violência liderada por Yoko Ono.

 

Redação com Mais PB

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe