Peemedebista põe em xeque a participação da legenda no blocão e faz reflexão: “Alguém ganha eleição sem alianças?”

O vereador Fernando Milanez (PMDB) colocou em xeque a estratégia do blocão para sua legenda o PMDB e se é possível unir as oposições desde o primeiro turno das eleições 2014.

O parlamentar indagou se alguém ganha eleição sem alianças e que o PMDB pode enfim testar sua força nas urnas fazendo parte do bloco político de oposições.

“O que é blocão? O que é unidade? O PMDB sozinho ganharia uma eleição? Alguém ganha uma eleição sem alianças? Então para que nós possamos ser fortalecidos e testados como a maior legenda do Estado nós temos que nos prestar a fazer parte do blocão”, destacou.

Milanez é contra a imposição do nome de um pré-candidato para o blocão, mas disse que através do diálogo se pode convencer os demais membros de que o nome do PMDB é o melhor para liderar as oposições na Paraíba e não sair do combate antes de finalizá-lo.

“Temos que convencer os companheiros do blocão se for o caso que nos temos o melhor candidato. Não basta a minha palavra. Blocão quer dizer unidade, é o projeto de unir e se é assim não se pode impor um candidato e se não quiser eu vou embora”.
Liderança peemedebista da Capital põe em xeque a participação da legenda no blocão e faz indagação: “Alguém ganha eleição sem alianças?”

O vereador Fernando Milanez (PMDB) colocou em xeque a estratégia do blocão para sua legenda o PMDB e se é possível unir as oposições desde o primeiro turno das eleições 2014.

O parlamentar indagou se alguém ganha eleição sem alianças e que o PMDB pode enfim testar sua força nas urnas fazendo parte do bloco político de oposições.

“O que é blocão? O que é unidade? O PMDB sozinho ganharia uma eleição? Alguém ganha uma eleição sem alianças? Então para que nós possamos ser fortalecidos e testados como a maior legenda do Estado nós temos que nos prestar a fazer parte do blocão”, destacou.

Milanez é contra a imposição do nome de um pré-candidato para o blocão, mas disse que através do diálogo se pode convencer os demais membros de que o nome do PMDB é o melhor para liderar as oposições na Paraíba e não sair do combate antes de finalizá-lo.

“Temos que convencer os companheiros do blocão se for o caso que nos temos o melhor candidato. Não basta a minha palavra. Blocão quer dizer unidade, é o projeto de unir e se é assim não se pode impor um candidato e se não quiser eu vou embora”.



Vanessa de Melo

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Para debater a PB, rixa entre adéptos de Lula e Bolsonaro deve ficar de lado, diz Efraim

O deputado federal Efraim Filho (Democratas) declarou que espera que no Brasil, nem tampouco na Paraíba, volte o tempo em que a bandeira política definia se um estado ou município…

Cássio não sinaliza disputar PMCG e diz que Romero conduzirá processo

Apesar da acolhida calorosa dos campinenses durante a entrega das casas do Complexo Aluízio Campos ocorrida nessa segunda-feira (11), o ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB) praticamente descartou a possibilidade…