Por pbagora.com.br

O ex-vereador de Pedras de Fogo, José Edilson da Silva Galdino, conhecido como Zé do Povo, foi indiciado por homicídio tentado, por ter supostamente disparado fogos de artifícios contra populares que comemoravam a vitória do candidato a prefeito, Doutor Junior, no último dia 15 de novembro.

Várias vítimas foram atingidas pelos explosivos, com ferimentos graves pelo corpo. Até uma criança de três anos foi vítima do ataque e chegou a desmaiar com o susto.

VEJA VÍDEOS

IMAGENS FORTES

 

Histórico de violência

Antes de disparar os fogos contra os populares, Zé agrediu uma mulher, na manhã do domingo (15), quando a mesma estava no Colégio Epitácio Pessoa para votar. As agressões ocorreram apenas porque a jovem estava vestida com as cores do candidato Dr Júnior. A mulher sofreu dois murros no rosto.

O ex-vereador é aliado do candidato a prefeito derrotado Lucas Romão. Já Zé do Povo foi derrotado nas urnas nas eleições de 2016 e este ano, devido o pífio desempenho, sequer foi candidato.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

VÍDEO: Ney Suassuna faz gesto obsceno ao comentar sobre Maranhão; ele nega

Em vídeo compartilhado na internet, o senador Ney Suassuna aparece fazendo um gesto obsceno ao comentar sobre o senador José Maranhão, que está internado em hospital de São Paulo, tratando…

Oito leis aprovadas: Wilson Filho foi um dos que mais trabalhou em 2020 pela saúde na pandemia

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) fez um balanço de suas ações em 2020 no combate à pandemia do novo coronavírus. O parlamentar foi um dos mais produtivos da Assembleia…