A ST-Trans (Superintendência de Transportes e Trânsito da Prefeitura Municipal de João Pessoa) começará a discutir o novo reajuste no preço das passagens de ônibus urbanos da Capital a partir da próxima semana, no fórum apropriado para isso, ou seja, no Conselho Tarifário do órgão, formado por representantes dos estudantes, donos de empresas e autoridades da sociedade civil organizada.

Multas nunca são retiradas

A superintendente Laura Farias Barbosa (na foto ao lado), que vai coordenar todo o processo de negociação do novo valor da passagem dos transportes coletivos da cidade – atualmente custando R$ 1,90 – me disse que não autorizaria a retirada de multas aplicadas pelos “Amarelinhos” (agentes municipais de trânsito), nem se fosse para favorecer sua própria mãe, que é a pessoa que ela mais ama no mundo.

Prefeito liga de madrugada

Esta semana, ela me disse que o governador eleito Ricardo Coutinho e o atual prefeito municipal Luciano Agra (ambos filiados ao PSB) têm outra coisa em comum, alem da militância socialista: os dois têm a mesma mania de viver passando mensagens telefônicas através de torpedos para seus secretários, durante a madrugada, muitas vezes, por volta das cinco e meia da manhã, antes do dia clarear.

Agra destrava projetos de Ricardo

Ela está bastante satisfeita com os últimos seis meses de sua gestão à frente do cargo, porque todos os projetos da ST-Trans que estavam emperrados durante a gestão de Ricardo Coutinho, foram destravados recentemente por Luciano Agra, como os quatro binários construídos em asfalto na orla marítima da cidade, nas ruas Professora Maria Sales, Paulino Pinto, avenida Guarabira e Maria Rosa, por exemplo.

Viaduto da Epitácio “morreu”

Perguntada a respeito do anunciado viaduto sobre o rio Jaguaribe, cuja obra é de iniciativa do Governo do Estado, Laura diz que o futuro governador Ricardo Coutinho vai sepultar de vez o projeto desenvolvido por José Maranhão (PMDB), atual ocupante do Palácio da Redenção, que idealizou a construção da referida via elevada na avenida Epitácio Pessoa sem que sequer houvesse a existência de um plano executivo a respeito da viabilidade de trânsito, no local.

Técnicos adoram modelo de gestão

A superintendente da ST-Trans faz questão de dizer em todos os lugares por onde passa, que a gestão de Luciano Agra na prefeitura municipal de João Pessoa avançou muito em apenas seis meses, devido à visão dele como engenheiro e arquiteto, o que facilita muito a convivência do político com os técnicos, em termos administrativos.

Mudança na cúpula comunista

O ex-vereador e atual coordenador-geral do Procon Municipal, Watteau Rodrigues, defende a convocação imediata de uma Conferência Estadual do PCdoB, para tentar reestruturar o Partido Comunista do Brasil na Paraíba e mudar a direção atual, que – segundo ele – fracassou completamente na estratégia política traçada para a eleição passada.

Cresce divergência no PCdoB

Esta declaração do ex-vereador é endossada por outras expressivas lideranças históricas da legenda, como Marcos Santos (sindicalista no âmbito dos serventuários da Justiça Federal) e Antônio Mandu (ex-presidente do DCE da Unipê, na década de 1980). Eles discordam da linha político-partidária traçada pelo atual dirigente máximo pecedobista, Agamenon Travassos Sarinho e também pelo ex-deputado estadual Simão Almeida, que obteve apenas 3.816 votos, figurando em 87º lugar, no pleito do dia 3 de outubro.

Ex-vereador permanecerá suplente

Watteau Rodrigues (dissidente do PCdoB que apóia o bloco socialista liderado pelo futuro governador Ricardo Coutinho), confessa que prefere permanecer na suplência de vereador durante o restante deste mandato e se preparar para disputar uma vaga na câmara municipal de João Pessoa em 2012, tentando conquistar uma cadeira de primeira, como titular, na “Casa de Napoleão Laureano”.

Dissidente quer abandonar Maranhão

Ele acha que a derrota do PCdoB junto com o governador José Maranhão (PMDB), ambos integrantes da coligação “Paraíba Unida”, mostra claramente que a legenda ainda não tem potencial de votos para tentar eleger sequer um mero deputado estadual e que – por isso – deve apoiar politicamente Ricardo Coutinho, buscando se fortalecer internamente para as próximas batalhas eleitorais, daqui a dois anos e também em 2014.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo nega falta de diálogo e deixa portas do Palácio abertas para a base: “Essa crítica não me cabe”

O governador da Paraíba João Azevêdo garantiu ter deixado as portas do Palácio da Redenção abertas para os deputados estaduais que fazem parte da sua base na Assembleia. De acordo…

Deputado estadual quer liberação para a construção de espigões na orla de JP

Estando do lado dos construtores que querem implementar na orla de João Pessoa, espigões o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) apresentou uma Emenda a Constituição estabelecendo permissão para construção de…