A bancada de oposição na CMJP dormiu no ponto e acabou perdendo a possibilidade de instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigaria os escândalos e desvios nas obras da Lagoa. É que após uma reunião na tarde desta quarta-feira (20), com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), a bancada governista decidiu protocolar três pedidos de CPI na Casa.

A inviabilidade de instalação da CPI da Lagoa se dá pelo fato de apenas três CPI’s poderem ser instaladas durante o ano na Câmara e com os pedidos da situação, a CPI da Lagoa ficaria de fora.

A demora no prosseguimento do pedido da CPI da Lagoa se deu porque seriam necessárias nove assinaturas e a oposição contava apenas com oito com a iminência de que a vereadora situacionista Raissa Lacerda (PSD) também pudesse assinar.

A assinatura não veio em tempo hábil e a oportunidade ao que tudo indica, passou.

Os pedidos de CPI’s dos situacionistas são os seguintes:

CPI do Jampa Digital, por conta de supostos desvios de recursos que teriam sido utilizados na campanha do atual governador Ricardo Coutinho (PSB);

CPI do Gari Bebê para investigar um contrato de 2010 da Emlur, em que uma das empresas vencedoras de licitação teria um bebê recém-nascido como sócio;

CPI da Fazenda Cuiá, para apurar possíveis irregularidades na desapropriação da fazenda localizada no Valentina Figueiredo e o suposto uso da verba também para fins eleitoreiros.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Fico com os dois”, diz Jeová Campos ao driblar preferências sobre crise no PSB

A crise interna do PSB paraibano vem dividindo os filiados por todo o estado. Muitos já se posicionaram favoráveis ao governador João Azevêdo (PSB) e outros ao ex-governador Ricardo Coutinho…

Adriano Galdino sepulta crise no PSB e diz que foco agora é dar governabilidade à gestão João Azevêdo

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) colocou uma pedra na crise que ainda assola o PSB e avisou, durante entrevista nesta quarta-feira (18), que o assunto…