Por pbagora.com.br

 As oposições em Campina Grande marcharão fortes, unidas e com musculatura política suficiente para vencer as eleições em 2016, e retomar o controle político e administrativo da cidade. Pelo menos é o que garante os principais líderes oposicionistas na cidade.

 

A união em torno de uma única candidatura marcou os discursos oposicionistas na prestigiada solenidade de transferência de domicílio eleitoral do deputado estadual Adriano Galdino (PSB), de Pocinhos para Campina Grande. A solenidade realizada na manhã desta segunda-feira (28), na sede da Associação Campinense de Imprensa (ACI), foi apontada como a largada das oposições rumo ao Palácio do Bispo, sede do governo municipal.

 

Em um discurso forte e motivador, o governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), escolhido como líder do bloco na cidade, conclamou unidade do grupo. Efusivo, ele disse que as oposições só terão sucesso nas urnas e vencerão as eleições de marcharem unidas e sem atritos.

 

Ricardo Coutinho disse o candidato a ser escolhido para encabeçar a chapa que enfrentará o prefeito Romero Rodrigues (PSDB), deverá ter o total apoio das demais legendas, seja Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), ou o deputado Adriano Galdino.

 

Ainda em seu discurso, RC disse que as oposições redigiram na manhã de segunda-feira, uma página importantíssima da história de Campina Grande.
“Nós estamos aqui para dizer que o nosso campo é o mesmo. Nós vamos apenas olhar as estratégias, que evidentemente, qualquer exercito precisa observar para poder vencer. Nós viemos para vencer” afirmou RC, sendo efusivamente aplaudido.

 

Para o governador socialista, Campina precisa mais do que ela tem hoje. A cidade segundo ele, precisa de governança e de ousadia e coragem para mudar.
“Campina Grande precisa mais do que nunca, de olharmos para uma geração adiante” disse.

 

Em seu discurso, o deputado Adriano Galdino, afirmou que transferiu o seu título eleitoral para Campina Grande com o propósito de unir e fortalecer as oposições.

“Eu venho para trabalhar e para dizer a Campina Grande que o modelo administrativo implantado pelo governo do Estado, é o modelo que toda prefeitura do Brasil quer” disse.

 

Pré-candidato a prefeito da cidade, o deputado Veneziano disse que as oposições na Rainha da Borborema, sob a batuta do governador Ricardo Coutinho, chegarão forte e unidas em 2016. Veneziano disse que independente de quem for escolhido o candidato para encabeçar a chapa majoritária, ele estará nas ruas de Campina Grande, subindo e descendo ladeiras, com o mesmo entusiasmo.

 

Enfático, ele disse que o nome escolhido receberá o apoio integral do PMDB.

“Eu estarei nas ruas de Campina, independente de qual seja o nome, sendo do PMDB ou de qualquer outra legenda. O mesmo Veneziano governador, que teve a satisfação de colaborar humildemente com a sua trajetória exitosa no segundo turno, ao lado da vice governador Lígia Feliciano, será o mesmo percorrendo ruas de Campina” afirmou.

 

Presente na solenidade, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), pregou a unidade das oposições na cidade.

 

Raimundo Lira que estava ao lado do governador do Estado Ricardo Coutinho (PSB), do deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), e de outras lideranças políticas da Região, disse que estava convicto de que as oposições marchariam fortes e com musculatura política suficiente para vencer as eleições em 2016.

 

O senador fez questão de manifestar a sua preferência pela candidatura a prefeito de Veneziano Vital do Rêgo, mas segundo ele, se o grupo orientado pelo governador Ricardo Coutinho, optar por Adriano Galdino, deixando Vené para disputar o governo do Estado em 2018, ele estaria nas ruas com o mesmo vigor e o mesmo entusiasmo.

 

“O meu candidato a prefeito é o deputado Veneziano. Mas se vossa excelência querer ser governador da Paraíba e não disputar 2016, o meu candidato é Adriano. Farei o mesmo esforço por Adriano para fortalecer as oposições de Campina sob a grande liderança do nosso governador” disse.

 

Durante o seu discurso, Lira enfatizou que a chegada do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba para Campina Grande, se constitui em um reforço extraordinário as oposições na cidade.

 

Além do senador Raimundo Lira e do governador Ricardo Coutinho (PSB), e do deputado Adriano Galdino, participaram da solenidade, os deputados federais Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), Hugo Mota (PMDB), Damião Feliciano (PDT); o secretário Ricardo Barbosa;  além de vereadores de CG entre outras lideranças políticas.

 

PBAgora

Notícias relacionadas

Efraim Filho já conta com apoio de 80 prefeitos e fortalece base na busca pelo Senado

Em entrevista, o deputado federal Efraim Filho revelou que já conta com o apoio de 80 dos 223 prefeitos da Paraíba na busca pela disputa por uma vaga no Senado…

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…