O líder da oposição, Manoel Ludgério (PDT), deixou claro, nesta quinta-feira (12/03), que a bancada só aceitará rever os Planos de Cargos Carreira e Remuneração (PCCRs), aprovados pela Assembléia Legislativa nos últimos anos, “se for para ampliar ainda mais os benefícios aos servidores”.

Manoel Ludgério cobrou da bancada do governo uma posição em favor do funcionalismo público. “A Assembléia Legislativa não recuará um milímetro no propósito de garantir melhores condições de vida pra os servidores públicos do Estado da Paraíba”, garantiu.

Segundo ele, os direitos adquiridos pelos servidores, ao longo de muitos anos de luta, através de suas entidades de classe, são intocáveis e irreversíveis.

De acordo com o deputado, os propósitos de alguns setores do atual governo esbarram na responsabilidade e no compromisso da bancada oposicionista com os interesses dos servidores públicos estaduais da Paraíba. “Assumimos esse compromisso durante nosso mandato e não abriremos mãos dessas conquistas, queira ou não os atuais governantes do Estado”, disse.

O deputado acredita que o governador José Maranhão (PMDB) deverá respeitar a decisão da Assembléia Legislativa, que aprovou todas os PCCRs encaminhados pelo seu antecessor, “até porque isso significaria se opor aos direitos dos servidores”.

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Barbosa minimiza possibilidade de mais deputados da base serem citados na Calvário

Após a deputada estadual Estela Bezerra (PSB) ser citada na Operação Calvário e ter colocado seus sigilos bancário, patrimonial e telefônico à disposição da Justiça, para que, segundo ela, tudo…

Após convite de Efraim Filho, presidente do INSS confirma presença em abertura de agência em Picuí

Em reunião com o presidente do INSS, Renato Vieira, o deputado Efraim Filho (DEM/PB) abordou diversos assuntos relacionados ao órgão na Paraíba, entre eles o término das obras da agência…