Por Wellington Farias

Começa a sair da pauta da discussão política sobre o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), ser – ou não – candidato à reeleição em 2022. Um blá-blá-blá que está ficando superado por fatos novos.

As evidências indicam que Azevêdo começa a aquecer os motores com intenção de alçar voos aos mais recônditos vilarejos da Paraíba para cabalar votos visando a sua reeleição no próximo ano. Não é pra já, claro, mas as coisas se movimentam neste sentido nas hostes oficiais.

Os primeiros sinais de que o governador paraibano tem a intenção de ficar mais quatro anos no trono do Palácio da Redenção é a movimentação – embora discreta -, do esquema político que hoje lhe oferece sustentação política.

Até então, João não dava qualquer sinal de que disputaria 2022; não se articulava para se fazer um líder político etc. e tal.

Discreto
João Azevêdo está, no entanto, naquela de como quem não quer, querendo…

Os seus articuladores da política orquestram uma suposta onda de manifestações “espontâneas” de lideranças políticas em apoio a uma eventual candidatura do governador a permanecer no cargo.

Mais um
Estão se tornando recorrente às manifestações pró-João Azevêdo, com vistas a 2022. Significa, naturalmente, que as articulações estão em andamento.

A última manifestação no sentido de apoiar uma eventual candidatura de João Azevêdo à reeleição partiu da deputada federal, Edna Henriques.

De acordo com notícia veiculada no PBAgora, nesta sexta-feira (dia 5), a deputada comentou a respeito: “Sempre vi isso com bons olhos”.

Quem não…
Já se manifestaram “loucos de paixão política” por João Azevêdo os deputados federais Hugo Mota, Wilson Filho, Damião Feliciano, Efraim Filho, Frei Anastácio. Além deles, também há sinalização de apoio de Julian Lemos e Gervásio Maia Filho.

Lava Jato desmoralizada
A famosa Operação Lava Jato foi desmoralizada pela história. Pelo que temos visto, lido e ouvido, nada daquilo era mesmo para passar o Brasil a limpo. Tudo parece ter sido uma farsa montada por Sérgio Moro e alguns procuradores. Quando Lula disse que iria desmoralizar aquilo ali, sabia o que estava dizendo.

Só otário
Só os otários e uma gente movida por interesses outros acreditavam naquele circo que – está cada vez mais evidente – se destinava apenas a tirar a esquerda do poder para entregar à direita, de preferência ao PSDB. Quem não se lembra da foto de Moro e Aécio Neves na conversa de pede de ouvido?

A Lava Jato terminou ajudando a quebrar o Brasil, levando grandes empresas à falência e estimulando o desemprego sem freios. Apertem os cintos que a nave continua embicando…

Por Wellington Farias

Notícias relacionadas

Prefeitura de Sapé perde prazo e fica de fora da fundação do Consórcio Nacional de Vacinas

No estado da Paraíba, 99 municípios aderiram ao Conecta no Brasil, 1.703 municípios aderiram ao consorcio, o prazo para adesão terminou. Na contramão de outros municípios paraibano, a cidade de…

Câmara de João Pessoa volta às sessões remotas por conta do avanço da covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) passará a ter sessões e reuniões de comissões de apenas remotas a partir desta terça-feira, 9. A medida foi adotada pelo presidente da…