A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Aguinaldo Ribeiro é o preferido de João Azevêdo para disputar o Senado

O governador João Azevêdo já tem o seu preferido para compor a sua chapa majoritária na condição de candidato ao Senado da República, em 2022.  Chama-se Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), e não é mais segredo para ninguém.

Qualquer pessoa com o mínimo de conexão com o mundo da política percebe que Aguinaldo é o queridinho de Azevêdo. Pode até não ser por empatia, mas pela conveniência política, pelo peso que Ribeiro teria no contexto da política paraibana.

A principal razão para Azevêdo preferir Aguinaldo na sua chapa majoritária é o fato de Ribeiro agregar à pré-candidatura palaciana o apoio de inúmeras lideranças regionais, de prefeitos de vários municípios, principalmente o de João Pessoa Cícero Lucena, também do Progressistas.

Cícero, o Caboclinho de Jatobá, tem papel fundamental neste processo pelo “recall” natural de quem já foi governador do Estado, senador, prefeito da Capital (agora pela terceira vez).

Naturalmente que não está nada definido e que águas ainda rolarão sob esta ponte. Mas, pelo menos a princípio, no que depender da opinião do governador Azevêdo, Aguinaldo será o candidato a senador que terá o apoio do grupo palaciano.

Efraim

Independente da preferência do governador João Azevêdo, porém, o deputado federal Efraim Filho está no páreo da disputa e, pelo visto, com uma impressionante disposição de concorrer à única vaga disponível para a Paraíba, para senador, nas eleições de 2022.

Efraim traz a marca da família Morais, uma grife poderosa no cenário da política da Paraíba, e que não está nem um pouco acostumada a fracassos eleitorais, ou seja: historicamente tem se dado muito bem, desde os tempos do velho Inácio Bento, patriarca do clã enraizado em Santa Luzia.

Enquanto se mantém no páreo, o deputado federal Efraim Filho tem buscado adquirir mais musculatura política. Está tentando, por exemplo, seduzir o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, para o partido sucedâneo do Democratas. Seria, naturalmente, após fusão do DEM com o PSL, que dará origem a outro partido.

Filiação de RC

Muito aguardada a filiação do ex-governador Ricardo Coutinho, ao Partido dos Trabalhadores. RC, nesta quinta-feira (30), estará de volta às suas origens políticas.

Será um grande evento online, com a participação do ex-presidente e pré-candidato à sucessão de Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, além de outras lideranças nacionais e locais.

Filiação II

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) já confirmou presença no ato de filiação ao Partido dos Trabalhadores (PT), que será realizado nesta quinta-feira (30), às 17h. O parlamentar vai prestigiar a filiação do ex-governador Ricardo Coutinho ao PT e assinar uma carta de intenção de retorno à legenda.

Jeová Campos tem mandato na Assembleia Legislativa pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) e só pode filiar-se ao PT durante a chamada “janela partidária”, a partir de 1º de Março do próximo ano. Se ele se filiar antes, pode perder o mandato. No entanto, isso não impede que Jeová assine uma carta de intenção e apoie o ato.

Wellington Farias
PB Agora


    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      4
      Compartilhe