O diretor de Transportes da ST-Trans, Adalberto Araújo (na foto ao lado) confirmou que está realmente natimorto o propalado projeto que teria sido elaborado pelo Governo do Estado para erguer uma via elevada sobre a avenida Epitácio Pessoa, conforme chegou a ser ventilado durante a campanha eleitoral pelo próprio governador José Maranhão (PMDB), que – inclusive – delegou o cumprimento dessa missão específica ao seu secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Ciência & Tecnologia, engenheiro Francisco Jácome Sarmento.

Obras começarão logo

Ele me revelou que já está tratando junto ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e à Polícia Rodoviária Federal, de tomar todas as medidas preliminares necessárias ao planejamento do início das obras para construção de um viaduto de grande porte em outro local da cidade, ou seja, na entrada do conjunto Ernesto Geisel (logo no começo da Zona Sul da Capital).

Para desafogar o trânsito

Adalberto disse que esta medida é prioritária no futuro Plano de Obras a ser desenvolvido pelo governador eleito Ricardo Coutinho (PSB), porque – atualmente – João Pessoa está dividida em duas grandes áreas de concentração de veículos, pedestres e moradores, justamente cortada ao meio pelo trecho urbano da BR-230, que deixou de ser uma via expressa sob jurisdição federal, para tornar-se uma das mais importantes avenidas de acesso entre as duas partes da cidade.

Evitando engarrafamentos

Ele considera a Capital seccionada tecnicamente – do ponto de vista exclusivamente viário – em duas metades de uma maçã gigante: ao Norte (onde funciona a grande maioria do comércio, colégios, hospitais e repartições públicas, por exemplo) e ao Sul (localização de enormes aglomerados populacionais como os bairros de Mangabeira e Valentina de Figueiredo, além da rota de aceso às praias do Sol, Jacumã, Gramame, Coqueirinho, Jacarapé, Tambaba, Tabatinga, Carapibus, Pitimbu, etc).

Congestionamento-gigante todo dia

Hoje em dia, existe uma completa falta de alças marginais que possam servir como via de escape para engarrafamentos-monstros registrados diariamente na BR-230, como na semana passada, quando houve um acidente automobilístico na altura do viaduto do Cristo Redentor (interseção rodoviária entre o fluxo de carros que vem da Empasa – antigo Ceasa – em direção ao conjunto José Américo com a estrada federal) que fechou totalmente a via no sentido Cabedelo-Oitizeiro, até as proximidades do Hospital de Emergência e Trauma “Senador Humberto Lucena”, que fica vizinho à concessionária de veículos Auto Club Honda, no conjunto Pedro Gondim.

Perícia à base de spray

Adalberto admite que a experiência bem sucedida de marcar o chão no local de acidentes usando para isso um tipo especial de spray branco, já adotada pelo Piauí, será também utilizada em João Pessoa pela ST-Trans, agora em 2011. Este tipo de procedimento-padrão é similar ao protocolo usado pelos agentes policiais do FBI e da CIA, nos Estados Unidos, quando se trata de identificação do lugar onde são encontrados corpos e objetos caídos no piso das casas, nas calçadas ou no meio da rua.

Trabalho conjunto nas ruas

Para viabilizar isso, a ST-Trans já está tentando junto à CP-Tran obter autorização para que os “Amarelinhos” (Agentes Municipais de Trânsito) também passem a fazer perícias técnicas em locais de acidentes, antes mesmo da chegada dos policiais militares, únicos encarregados desse tipo de tarefa, hoje em dia.

CP-Tran treinará “Amarelinhos”

Há quem não goste muito dessa idéia, por achar que vai ser criada uma situação de caos, a partir dessa futura mudança de procedimentos legais, já que a CP-Tran não deveria permitir que os “Amarelinhos” iniciassem as perícias técnicas, por serem eles considerados “enrolados”, do ponto de vista da suposta falta de autoridade no momento da abordagem profissional dessa modalidade de problema, em situações de conflitos entre motoristas, motociclistas e pedestres, por exemplo.

Parceria do Estado com prefeitura

Nesse tocante, os PM’s ficarão encarregados de ministrar o devido treinamento aos funcionários da ST-Trans, depois da celebração de um convênio de parceria entre a PMJP e o Governo do Estado, através do pacto administrativo a ser assinado em janeiro do próximo ano, pelo prefeito Luciano Agra com o futuro governador Ricardo Coutinho (ambos do PSB).

Passagens de ônibus sem reajuste

Adalberto Araújo, diretor de Transporte da ST-Trans, descarta também a informação de que já haveria uma reunião marcada pelo Conselho Tarifário com a finalidade específica de discutir planilhas para reajustar as tarifas de ônibus urbanos, antes do final do ano.

Empresas não pediram aumento

Segundo ele, nenhum dos dirigentes da AETC/JP (Associação das Empresas de Transportes Coletivos de João Pessoa) solicitou pauta para alguma reunião nesse sentido, ainda. Adalberto me disse que o acompanhamento da inflação incidente no setor, provocada pelo reajuste de óleo diesel e outros combustíveis, além de insumos como pneus, salários dos motoristas, cobradores, mecânicos, fiscais, etc, é feito mensalmente.

Tarifas nos coletivos urbanos

Mesmo assim, ele lembra que faz precisamente um ano, agora neste mês de novembro, em que não é aumentado o preço das passagens de ônibus na Capital, apesar de terem sido implantados alguns projetos que baratearam o custo dos cidadãos (estudantes, trabalhadores, etc) que são usuários do sistema, como a Integração Temporária, estendida às linhas que atendem aos municípios incrustados na Área Metropolitana da Grande João Pessoa (Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Conde).

Combatendo a criminalidade

Quanto às imagens feitas por câmeras de vídeo instaladas nos postes de energia elétrica e sinais de trânsito localizados no bairro de Manaíra (tanto nas avenidas da orla marítima, quanto nas ruas adjacentes, como Edson Ramalho, Monteiro da Franca e João Câncio, por exemplo) que foram solicitadas pelo procurador regional do Ministério do Trabalho, Eduardo Varandas, com a finalidade de identificar as placas dos carros envolvidos com a prostituição infantil nas imediações do Bahamas e outros restaurantes próximos, elas já estão disponíveis nos arquivos digitais da ST-Trans, aguardando serem requeridas oficialmente pela autoridade competente, sendo cedidas imediatamente, sem que haja qualquer tipo de empecilho, da parte dele.

Concurso preencherá vagas

O diretor de Transporte da ST-Trans revelou também que o órgão quer fazer novos concursos para preencher as lacunas abertas com as demissões voluntárias de “Amarelinhos” que deixaram seus cargos buscando outros empregos cujos salários são melhores, mais compatíveis com o nível superior de escolaridade, no âmbito estadual e federal, ou simplesmente por efeito de aposentadoria por tempo de serviço e outros motivos previstos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas).

Multas viram pena de advertência

Finalmente, alguns internautas e tuiteiros questionam muito porque a superintendência de Transportes e Trânsito da prefeitura municipal de João Pessoa não defere os pedidos de conversão de multas infracionais oriundas de uso de celular ao volante, ultrapassagem em local proibido, cruzamento de sinal vermelho, estacionamento em cima das calçadas, impedindo assim o acesso livre de pedestres ao passeio público, etc em penas de advertência, conforme estabelece o Artigo nº 267 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro). Mas, isso já é assunto para outra coluna minha, neste portal.

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: RC não se aproximará de Cartaxo, pois o antagonismo de ideias sepulta relações políticas

E permanece assim: “Que nenhum homem bom deve mentir”. Dessa forma, o filósofo católico Santo Agostinho, em sua obra intitulada “Sobre a Mentira”, asseverou com a mais pura razão o…

Deputada progressista anuncia apoio a João e rasga elogios ao gestor

A base que dá sustentação política ao governador João Azevedo (PSB) na Assembleia Legislativa, vai ser ampliada. A deputada Drª Paula do PP anunciou nesta terça-feira (17) que vai apoiar…