A Paraíba o tempo todo  |

No PT, RC tem que ter consciência de que não vai mandar ou determinar nada, alerta Anísio Maia

PUBLICIDADE


A chegada do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (ainda no PSB), aos quadros do PT estadual ainda continua gerando desconforto entre os filiados da sigla.

Um que faz questão de expor sua insatisfação é o deputado estadual Anísio Maia (PT), que durante entrevista à Rádio Caturité FM deixou claro que o socialista deve compreender que chega sem poder de mandar ou determinar nada.

“Se ele vier para o PT, que se prepare para viver com a democracia e saber que não é ele quem vai mandar ou determinar nada”, comentou o deputado para emendar: “não sei que encantamento os favoráveis a esse retorno veem nele”.

A rejeição de Anísio tem um motivo. Para o parlamentar, Ricardo tem um perfil autoritário, que é incompatível com o dos filiados do partido.

“Ricardo tem um perfil que é incompatível com o PT: autoritário e de muito mandonismo. A tradição do PT é de que todos tenham espaço, todos podem disputar qualquer vaga. As práticas dele são incompatíveis com as do partido”, criticou.

Por conta desse perfil, conforme Anísio, Ricardo parece sempre tentar queimar etapas para sobressair.

“Ele quer voltar e, antes de dialogar, já tem uma chapa feita na cabeça e já está divulgando. O diretório estadual do PT, em sua maioria, é contra. Infelizmente, isso está sendo pautado pela direção nacional e foge do nosso controle”, rechaçou.

Por fim, Anísio ainda lamentou o fato de que as discussões em torno dessa possível volta de Ricardo estar restrita apenas ao diretório nacional, longe do debate estadual.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe