Após ter decidido se filiar ao PSD, o ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima, pré-candidato à Prefeitura Municipal de Campina Grande, relatou que o motivo que o fez escolher o partido do prefeito Romero Rodrigues foram os diálogos. Bruno recebeu convite do DEM do deputado Efraim Filho e do MDB do senador José Maranhão.

Em entrevista a Rádio Correio FM, o prefeitável, revelou que conversou muito com Romero Rodrigues e com o ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB) nos últimos dias, e essas conversas resultaram no entendimento de sua filiação ao partido.

– Agora é o momento de construir com o próprio partido, com a cidade, setor produtivo, entendendo que as pessoas não querem falar de política nesse momento – pontuou em alusão ao avanço do coronavírus no país.

Bruno foi questionado se sua filiação estaria vinculada a uma confirmação do chefe do Executivo campinense em apoiar sua pré-candidatura ele afirmou que não é o momento para falar especificamente sobre política e que essa definição virá em seguida.

– Se a gente entender que nesses próximos dias há espaço para se falar sobre política partidária aí, internamente, juntamente com os aliados, a gente vai definir. Mas, eu acho que isso não demore muito mais de 30 dias não – finalizou.

SL
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ALPB aprova mais de mil matérias em dois meses de trabalho remoto

Oferecer respostas rápidas e soluções para o enfrentamento do novo coronavírus na Paraíba, além de buscar estratégias de apoio a empresas e geração de empregos. Esse tem sido o maior…

Opinião: guardiãs da democracia nutriram a ‘cobra’ chamada Bolsonaro

As instituições responsáveis por salvaguardar o estado democrático de direito vacilaram, por completo, ao não reagirem desde há muito contra os arroubos hostis à democracia manifestados por Jair Bolsonaro. Não…