Com o deputado federal Julian Lemos (PSL) fora do rol dos homens de confiança do presidente Jair Bolsonaro (Aliança Pelo Brasil) na Paraíba, crescem as movimentações sobre quem fará as vezes de represente do executivo federal no Estado.

O deputado estadual Walber Virgolino, do Patriotas, reiterou seu apoio à gestão do presidente, todavia destacou que não irá buscar ou correr atrás de nenhum protagonismo nesse quesito, mas sim apenas continuar trabalhando em apoio ao Governo.

Walber deixou claro que não tem vocação para ser puxa-saco tampouco de se oferecer.

“Eu sou um servidor público e sou um político que procuro ganhar espaço, procuro conquistar espaço. Eu não sou de impor, eu não sou de me oferecer. Eu não fui mais coisa no Estado da Paraíba, no poder executivo, porque eu não sou de babar, não sou puxa saco não sou de me oferecer. Eu sou um apoiador. Sou um soldado do presidente Bolsonaro. Ele nem me conhece. Se você perguntar quem sou eu ele não vai saber. Eu não sou de ligar, não sou de procurar. Faço minha defesa não pessoal ao presidente, mas a defesa à gestão de direita no Brasil. Acho que precisávamos dessa cara nova, dessa roupagem nova. Acho que Bolsonaro tem alguns erros, mas tem acertado mais do que errado e o Brasil com certeza vai avançar. Tenho certeza que ele será o maior presidente desse Brasil, agora eu não vou me oferecer”, avisou.

Apesar da declaração, o parlamentar sinalizou que poderá aceitar um futuro desafio para representar e ser a voz do presidente no Estado, todavia, para isso, deverá haver conversa e diálogos e a fim de que não fique nenhum ruído no relacionamento.
“Se lá na frente, por acaso, houver oportunidade de conversarmos, iremos conversar. Se não houver continuarei defendendo a sua ideologia política aqui no Estado da Paraíba”, emendou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sob o comando de Pedro Cunha Lima, PSDB fica sem representante na CMCG

O presidente do PSDB paraibano, deputado federal Pedro Cunha Lima que também é filho do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), parece não ter o mesmo poder de persuasão do pai…

“Onde muitos enxergam um herói, eu vejo um golpista”, diz Jackson Macêdo ao criticar o atual ministro Mandetta

Enquanto as pesquisas apontam que a população brasileira aprova o trabalho do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta a frente do combate à pandemia do coronavírus, o presidente estadual do…