Por pbagora.com.br

 O deputado federal Manoel Júnior (PMDB) anuncia, nesta sexta-feira (30), renúncia do mandato na Câmara Federal. Ele precisa formalizar esse ato legal que precede a sua posse como vice-prefeito de João Pessoa neste domingo (1º), cargo para o qual optou assumir após várias análises.

 

Nas últimas horas, Manoel recebeu intensos e renovados apelos de aliados do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para assumir o cargo, decisão que facilita o projeto de unidade das oposições da Paraíba para as eleições de 2018.

 

Sem um vice, Cartaxo enfrentaria problemas caso viesse a desincompatibilizar em abril de 2018, se desejasse disputar na chapa majoritária, e veria o presidente da Câmara Municipal assumir e convocar novas eleições municipais, com a vacância dos cargos de prefeito e vice.

 

Com a renúncia de Manoel, quem assume a vaga na Câmara é o primeiro suplente, André Amaral (PMDB), eleito com apenas 6.552 votos. Ele já assumiu o mandato por quatro meses durante licença parlamentar do deputado federal Veneziano Vital (PMDB), quando este concorreu à Prefeitura de Campina Grande no último pleito.

 

 

Redação

 

Notícias relacionadas

Petistas frustram apoio a nome de Couto para federal em 2022

Depois de ter abandonado uma reeleição tida como certa à Câmara Federal nas eleições de 2018 para se aventurar na disputa pelo Senado Federal, e sair derrotado, o ex-deputado federal…

“O PT tem que abrir diálogo”, diz Jackson ao destacar que o MDB deve ser procurado

O presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT-PB), Jackson Macedo, analisou a hipótese da sua sigla buscar o apoio de outras legendas como o MDB para um eventual apoio…