O secretário de Indústria e Comércio de Bayuex, Ramon Acioly, usou a tribuna da Câmara Municipal de Bayeux nesta quinta-feira (22), para oficializar a renúncia ao cargo e explicar os motivos da decisão.

 

O vereador Leo Micena revelou que diante da renúncia do secretário e seus argumentos, não é normal o que ocorre na administração da cidade e denuncia um caos, pedindo que a justiça investigue o caso.

 

“Não é normal em nenhum lugar do Brasil o que está acontecendo nesse momento em Bayeux. O caos administrativo está instalado no município gerando riscos à governabilidade e ao futuro do bayeuxense e a justiça precisa se debruçar sobre os reais motivos dessa má administração”. 

 

Ao anunciar na tribuna da Câmara, que estava entregando o cargo, o secretário afirmou que viu no Sagres do TCE o nome de várias pessoas lotadas na sua secretária, mas que ele nunca tinha visto, além de inúmeras irregularidades. “Tendo em vista, a falta de condições de trabalho, a falta de transparência, a insatisfação dos servidores e a iminente demissão em massa, peço desligamento do cargo de secretário”, revelou Ramon.

 

“Isso é de uma extrema gravidade. Ele está admitindo oficialmente a existência de funcionários fantasmas em Bayeux. A justiça será acionada e precisa se posicionar. O desmantelo administrativo e as irregularidades desse governo está causando uma grande crise financeira e política na cidade”, afirmou o vereador Micena.

 

De acordo com Léo, a cada um mês um secretário deixa o governo, fato inédito no Brasil.

 

“É a revelação do que nós dizíamos na campanha. Não troque seis por meia dúzia. Esse prefeito que está aí está comprovando total despreparo para governar um município, envergonhando todos os gestores públicos”, declarou Léo Micena, terceiro colocado na disputa pela prefeitura de Bayeux.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: pré-campanhas eleitorais sofrem desaquecimento com a Pandemia. Prefeitos querem adiamento do pleito

A pandemia do coranavirus também desacelerou as pré-campanhas para prefeitos e vereadores, tanto em João Pessoa, como em Campina Grande e demais municípios paraibanos. Enquanto aumenta a dúvida sobre a…

Sogro e genro são mortos a tiros durante discussão em Bayeux

No final da manhã desta quarta-feira (27), dois homens foram assassinado com vários tiros, na comunidade conhecida como “Matadouro”, no bairro do Sesi, em Bayeux. De acordo com informações policiais,…