Cotado para a presidência da comissão que analisará o processo deimpeachment da presidenta Dilma Rousseff no Senado, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) reafirmou em entrevista a Agência Brasil, que tem apoio tanto de governistas quanto de oposicionistas para assumir o posto.

Antes de ser indicado pelo PMDB para presidir a comissão, Lira se disse favorável ao impedimento da presidenta, mas, desde então, evita falar sobre o assunto e procura mostrar-se isento.

“Houve manifestação dos seis blocos da comissão, e todos compõem com a minha presidência. Portanto, estou tranquilo: presidirei a comissão doimpeachment”, afirmou Lira.
Segundo o senador, a reunião visa apenas a prepará-lo para eventuais questões de ordem que possam surgir durante as sessões.

Raimundo Lira reiterou que as declarações nas quais mostrou-se a a favor do afastamento de Dilma não comprometerão a forma isenta com a qual pretende conduzir os trabalhos da comissão.

“A partir da indicação para a comissão especial tenho de ter posição de total isenção. Não posso fazer nenhuma manifestação sobre ser a favor ou contra o impeachment, porque perderia a condição para conduzir com total imparcialidade a comissão”, disse ele, após confirmar que pretende usar o prazo regimental de 10 dias úteis para os trabalhos do colegiado.

O apoio dos governistas a Lira foi confirmado pelo senador Jorge Viana (PT-AC). Ele, no entanto, critica o PSDB por insistir em indicar o relator das comissão.

Instalação – O parlamentar paraibano comentou que se sente lisonjeado por ter sido convocado para presidir a Comissão de Impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e considerou que o convite é fruto do reconhecimento de seu trabalho no Senado.
Ele explicou que segunda-feira (25) vai haver uma reunião para que, na terça-feira (26), a Comissão seja instalada.
– Haverá a sessão solene no plenário do Senado, a partir das 18h de segunda e terça vamos colocar em funcionamento e iniciar os trabalhos. Segundo o rito, são dez dias úteis e faremos isso dentro do prazo para que possamos atender todas as expectativas públicas desse país – colocou



Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

JP: vereadores tentam justificar prazo vencido para apresentação da LOA 2020

A proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, da Prefeitura Municipal de João Pessoa, apesar de já está com prazos vencidos de apresentação na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP),…

Sexta fase da Operação Calvário cumpre mandados de busca e apreensão, na PB

Mais uma fase da Operação Calvário foi deflagrada nesta terça-feira (15). O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB) cumpre, desde as primeiras horas da manhã…