Por pbagora.com.br

A juíza responsável pela 50ª Zona eleitoral, Carmen Helen Agra de Brito, indeferiu neste sábado (17), o pedido de Tutela de Urgência ajuizada pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS) que objetivava a suspensão imediata da pesquisa PB-06222/2020 realizada pelo PB Agora/Datavox em Puxinanã.

Em sua decisão a magistrada ratificou a lisura dos números aferidos e que serão divulgados pelo Instituto através do Portal PB Agora neste domingo (18).

Em trecho da decisão, a juíza alega que a referida pesquisa está devidamente registrada no Sistema de Pesquisas Eleitorais.

“Inicialmente, verifico que a pesquisa encontra-se devidamente registrada no Sistema de Pesquisa Eleitorais – PesquEle – sob o registro n. PB 06222/2020, estando  devidamente preenchido, inclusive com plano amostra”.

Em outro trecho, a magistrada diz entender “pela inexistência da PROBABILIDADE DO DIREITO” e complementa:

“ANTE O EXPOSTO, ante os princípios de direito aplicáveis à espécie, INDEFIRO o pedido liminar com base nos fatos e fundamentos alhures expostos”.

A íntegra da decisão pode ser conferida clicando no link abaixo:

PUXINANÃ – INDEFERIMENTO TUTELA ANTECIPADA

PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG: candidatos a vereador do Pros retiram apoio a Bruno e anunciam adesão a Ana

Seis candidatos a vereador do Pros, que integram a coligação do candidato a Prefeito Bruno Cunha Lima, anunciaram neste sábado (24) que estão retirando o apoio ao candidato governista e…

Ex-presidiário é executado a tiros na manhã deste domingo, em JP

Um ex-presidiário que havia deixado a prisão há aproximadamente 40 dias e estava trabalhando como flanelinha, desde então, foi assassinado com três tiros na cabeça, na manhã deste domingo (25),…