A Paraíba o tempo todo  |

Justiça absolve membros do governo FHC no caso Telemar

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O juiz Moacir Ferreira Ramos, da 17ª Vara da Justiça Federal em Brasília, absolveu quatro ex-integrantes do governo Fernando Henrique Cardoso acusados de improbidade administrativa por supostamente terem favorecido a Telemar na privatização do Sistema Telebrás, em 1998. A decisão é de 3 de março. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

O ex-ministro das Comunicações Luiz Carlos Mendonça de Barros, o ex-presidente do BNDES André Lara Resende, o ex-vice-presidente do BNDES José Pio Borges e o ex-presidente da Agência Nacional de Telecomunicações Renato Guerreiro foram acusados pelo Ministério Público de atuar para que o BNDES financiasse a Telemar com empréstimos ilegais e sem garantias e para que ingressasse no quadro societário da empresa após a privatização, o que seria proibido pelas normas do leilão.

Na ação, o MP pedia a condenação dos ex-agentes ao pagamento de multa de até duas vezes o valor do dano causado, a perda de direitos políticos por até oito anos, além da proibição de contratar com o Estado. Frente à decisão do juiz, o procurador Wellington de Oliveira afirmou que vai recorrer.
 

 

terra

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe