Por pbagora.com.br

Em contato com o PB Agora na tarde de ontem, quarta-feira (19), o deputado federal Julian Lemos (PSL) declarou que seus eleitores entenderamm o significado da expressão “feito à ordem” dita por ele em uma rede social ao estimular o povo a reagir após o Senado Federal anular os decretos de Bolsonaro com relação a flexibilização do porte de armas.

De acordo com Julian a exortação não é para que as pessoas hajam com violência ou de forma irresponsável, mas sim para que se possa cobrar dos parlamentares eleitos suas posições efetivas quanto as propostas de campanha.

O deputado deu o exemplo dos eleitores da senadora Daniella Ribeiro (Progressistas), para que possam cobrar da senadora para que suas promessas saiam do papel.

“Meus eleitores entendem o significado de ‘feito a ordem’, que é cobrar dos parlamentares eleitos sobre suas propostas e bandeiras de campanha. O eleitores de Daniella devem cobrar, por exemplo” disse.

A fala de Julian foi repercutida em matéria no portal PB Agora e também alvo de artigo na coluna do renomado jornalista Wellington Farias, essa semana.

Leia também

Julian atiça reação contra parlamentares que não apoiam decreto de armas

O que Julian quis dizer com “chamar o feito a ordem” contra quem votar em desfavor do projeto armamentista?..

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Apostamos no diálogo político” diz Antônio Barbosa ao ser cotado para vice de RC

O advogado Antônio Barbosa, ex-presidente do diretório do PT de João Pessoa admitiu a possibilidade de ser o nome do PT para compor chapa com Ricardo Coutinho (PSB) na disputa…

Giucélia minimiza hipótese de Antônio Barbosa ser vice de RC: “Girassol no ninho petista”

A novela que envolve a candidatura do petista Anísio Maia na disputa pela prefeitura de João Pessoa e a intervenção da Executiva Nacional da sigla, que declarou apoio ao ex-governador…