O presidente estadual do PSL na Paraíba, Julian Lemos decidiu ignorar a existência do deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) no âmbito partidário da agremiação e avisou que, a hora que o parlamentar quiser a carta de desfiliação da legenda ele terá, inclusive com a garantia de que ninguém cobrará o mandato dele na justiça. A declaração foi dada a uma emissora de rádio, no início desta semana. Segundo Julian o que Moacir fala ou faz não lhe interessa em nada.

“Para ser sincero, a opinião de Moacir para mim não me interessa em nada. Nem me pergunte sobre Moacir”, disse.

A reportagem retrucou ao lembrar que Moacir ainda é filiado ao PSL. Julian então emendou: “E daí que ele é do meu partido? Eu dou a carta dele a hora que ele quiser, eu não peço o mandato dele não, mas eu não tenho nada para dizer a ele, nada”, arrematou.

Não é de hoje que o clima entre Moacir Rodrigues e o presidente do PSL anda estremecido. A troca de farpas entre a dupla já ganhou, inclusive, repercussão em uma matéria na Folha de São Paulo. Na ocasião, Moacir tachou Julian de Coronel, já Julian classificou o correligionário de ‘João Cana Brava’, fazendo uma alusão ao personagem alcoólatra interpretado pelo humorista Tom Oliveira.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PT-PB aposta na “união das forças contra o fascismo”, em CG no 2º turno

“União das forças contra os representantes do fascismo”, esse é o pensamento do presidente estadual do PT-PB Jackson Macedo, quando indagado sobre as eleições municipais em Campina Grande nestas eleições,…

João Azevêdo sinaliza apoio a Dr. Érico para as eleições em Patos

Pré-candidato à prefeitura da cidade de Patos, o deputado estadual de primeiro mandato, Doutor Érico (Cidadania) que em março deste ano, em entrevista ao PB Agora, destacava que sonhava em…