O vereador de João Pessoa, Jorge Camilo (PT), disse nesta quarta-feira (25) que está prestando solidariedade à democracia, entendendo que toda e qualquer participação de integrante partidário em cargos de governo depende da anuência do partido político no qual a pessoa indicada está vinculada.

Jorge Camilo defende que os convites a partidários, para exercerem cargos em governos, devem ser feitos às agremiações partidárias e não a políticos ou parlamentares, isoladamente.

Apesar de emprestar toda solidariedade à administração Maranhão III, Jorge Camilo ressaltou que seu partido, o PT, não se sente convidado pelo governador para compor sua equipe de auxiliares.

“O PT não se sente convidado para participar do governo, em razão de não ter sido convidado, mas sim seus parlamentares”, declarou o vereador, referindo-se, por exemplo, ao convite que foi feito pelo governador Maranhão ao deputado estadual Rodrigo Soares, para a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer do Estado da Paraíba.

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bruno volta a convidar socialistas para se filiar e avalia brechas partidárias para desfiliações

Diferente do ex-vereador Zezinho do Botafogo e dos vereadores Tibério Limeira e Léo Bezerra, ambos do PSB que devem migrar neste mês de março para o Cidadania devido a proximidade…

Pré-candidatos a prefeitos em JP e CG com um pé na folia e o olho no voto

Para a cientista política Priscila Lapa, os eventos de rua no período carnavalesco são muito propícios para que os pré-candidatos tenham visibilidade e coloquem suas campanhas na rua.  Neste sentido…