Por pbagora.com.br

“Ainda não é hora de voltar as aulas presenciais na Paraíba”. A declaração é do governador João Azevêdo (Cidadania), que justifica seu posicionamento como necessário para salvaguardar a vida dos mais de meio milhão de alunos matriculados nas redes estadual e municipais de ensino. A Paraíba tem mais de 575 mil estudantes matriculados nessas esferas

Segundo o gestor, 160 mil paraibanos que sofrem com algum tipo de doença crônica e estão acima dos 60 anos de idade, convivem com estudantes em idade escolar (03 a 17 anos).

Ainda de acordo com o governador, os “dados apresentados, por si só falam muito. Temos mais de 160 mil pessoas que têm algum tipo de problema de saúde, ou estão acima de 60 anos ou convivem com crianças e adolescentes”, comentou, acrescentando ainda que “retornar agora aulas presenciais faríamos com que toda essa faixa, todo o alunado, ficasse exposto ao ao contato com o vírus, levando para casa. E essas pessoas mais frágeis à covid-19 poderiam ser contaminadas”, frisou.

A informação foi dada durante o programa Fala Governador, nesta segunda-feira (10).

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ruy quer zerar filas de exames, consultas e cirurgias eletivas em JP

  Marcar consultas, exames e cirurgias em João Pessoa é um problema que se agravou nos últimos meses por causa da pandemia do novo coronavírus. Para resolvê-lo e zerar as…

Ex-aliada de Jair de Farmácia denúncia suposto esquema de rachadinha em Cuité de Mamanguape

Uma ex-apoiadora do prefeito Jair da Farmácia, da cidade de Cuité de Mamanguape, identificada como Adriana Ferreira Gomes, denunciou um esquema de rachadinha onde, segundo ela, o prefeito nomeava correligionários…