O deputado Guilherme Almeida declarou ao portal PB Agora que não vai dar nenhuma declaração sobre a decisão do PSB de impedir sua posse na Secretaria de Interiorização do governo Maranhão III, nem sobre a ata da reunião do dia 26 de novembro de 2008 que consta que foi decidido entre os parlamentares do PSB não participar do governo Maranhão.

Ele não diz nem que é verdadeira ou falsa a ata da reunião e que está se resguardando para somente na Tribuna da Assembléia, na terça-feira (2) se pronunciar e reportar quais serão suas atitudes daqui para frente.

Guilherme Almeida afirmou também que estava esperando a oficialização da decisão do PSB de lhe expulsar do partido caso aceite o convite do governador José Maranhão, para assumir a secretaria.

“Agora tenho documento. Não adiantava você ficar escutando na rádio, vendo na mídia representantes da executiva do partido falaram sobre a minha expulsão. Até então, tudo era só especulação. Então vou me resguardar e somente na terça-feira é que vou me pronunciar”, afirma

O deputado informa que o convite foi aceito desde a segunda-feira do carnaval (23) e que está somente aguardando o governador marcar a data da posse para poder assumir o cargo.
 

 

 

Milena Feitosa

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano repudia atitude de Bolsonaro convocando para ato contra o Congresso

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) repudiou nesta quarta-feira (26) a atitude do presidente da República, Jair Bolsonaro, de convocar a população para um ato contra o Congresso Nacional…

Julian reforça crítica a Bolsonaro por apoiar ato contra Congresso

Após criticar o ato convocado pelo presidente Jair Bolsonaro, previsto para o dia 15 de março, onde o presidente defende o fechamento do Congresso, o deputado estadual paraibano Julian Lemos…