Por pbagora.com.br

Setenta dias. Esse foi o prazo que o governo Maranhão III solicitou aos delegados para ter condições de apresentar uma contraproposta sobre a reivindicação de reajuste salarial.

Tendo iniciado por volta das 18h00 desta segunda-feira (09), a reunião entre entre a associação dos delegados e o secretário estadual de Segurança Pública, Gustavo Gominho, só teve de concreta essa proposta, já por volta das 21h00.

O governo não conseguiu apresentar uma proposta concreta de reajuste e solicitou prazo. Os delegados estão resistentes e esperam proposta imediata para evitar retorno ao movimento grevista.

Uma assmbléia da categoria deve acontecer na próxima quarta-feira (11), onde após delibar delegados de todo o estado podem retomar o movimento grevista. O local e hora da assembléia ainda não foram definidos.

Para não retomar o movimento e atender ao pedido do governo a categoria exige a garantia de alguns benefícios como gratificações, adicionais noturnos, entre outros. A questão será analisada nesta terça-feira (10) pelo secretário de Administração do estado.

Thiago Moraes

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Esquema envolvendo presidente do partido de Nilvan é de mais de R$ 45 mi

Conforme as investigações da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União, que deflagraram na manhã desta quarta-feira (25) a “Operação Poço Sem Fundo” o grupo, que envolve diretamente o…

Opinião: a pergunta suicida de Nilvan a Cícero. Quem terá sido o autor da infeliz ideia?

A coisa soou tão absurdamente negativa para Nilvan que não seria demais perguntar se foi ingenuidade ou má fé. Ingenuidade se partiu do candidato; má fé se o orientaram a…